Jornais: Kenedy é ordenado a voltar a Londres após polêmica na China

Na derrota sobre o Bayern de Munique nesta terça-feira, o Chelsea não relacionou Kenedy e, de acordo com a imprensa britânica, os Blues tiraram o brasileiro da pré-temporada na Ásia e ordenaram a volta da joia revelada pelo Fluminense a Londres.

O Chelsea ainda não se manifestou de forma oficial. No último fim de semana, contudo, o clube londrino divulgou um comunicado em que pede desculpas à população chinesa, além de informar uma punição ao meia-atacante.

Tudo começou quando Kenedy publicou fotos depreciativas com a população local em seu Instagram: "Acorda china vacilão", com uma imagem de um guarda dormindo, foi uma que causou revolta. O atleta também se desculpou.

Na última segunda, o jornal "The Sun" afirmou que o governo da Chinês teria ordenado que a imprensa local apagasse toda e qualquer notícia sobre os Blues na internet. Não bastasse isso, o jornal local "Diário do Povo" - carro-chefe do Partido Comunista da China - publicou uma nota ameaçando Kenedy.

- Melhor que (Kenedy) se mantenha de boca calada, ou nunca terá respeito e tampouco bem-vindo aqui.

SUMIÇO NO INSTAGRAM

Sempre ativo nas redes sociais, sobretudo com postagens no modo história do Instagram, Kenedy não publica na mídia desde a repercussão negativa da brincadeira. O camisa 16 chegou a pôr uma foto de perfil com o fundo preto (veja abaixo).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos