Corinthians leva sustos, mas vence o Patriotas e avança na Sul-Americana

"Que cenário impressionante, que torcida febril, que grande jogo para o futebol da nossa terra". A empolgação do narrador da Rádio Boyacá, da Colômbia, reproduzia o significado do confronto com o Corinthians para o Patriotas, que foi fundado em 2003 e disputava sua primeira competição internacional. Do outro lado, o Timão não deu a mesma importância para o duelo: poupou Rodriguinho, Romero e Jô, e ainda vetou Fagner por conta de dores no joelho.

Mesmo com a equipe mista, o Corinthians venceu o Patriotas por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena em Itaquera, e avançou às oitavas de final da Copa Sul-Americana - o duelo de ida havia terminado empatado por 1 a 1. Na próxima fase, o Timão pega Independiente Medellín (COL) ou Racing (ARG), que se enfrentam nesta quinta-feira.

Com o sistema ofensivo totalmente diferente em relação ao time ideal, o Corinthians errou mais passes do que está acostumado. A equipe tinha dificuldades para criar perigo, mas Giovanni Augusto começou a aparecer. O meia deu bom lançamento para Clayton, que se enrolou e perdeu grande chance, e depois para Marquinhos Gabriel.

Aos poucos o Timão começou a dominar a partida. Após sufocar o Patriotas, conseguiu abrir o placar aos 27 minutos, com Balbuena, que aproveitou cobrança de escanteio de Maycon, se livrou da marcação de Arboleda e mandou de cabeça para o fundo da rede.

A resposta do Patriotas foi rápida. Primeiro em finalização de Vásquez, e depois com Ibarguen, que apareceu livre após cobrança de escanteio e quase empateu de cabeça na principal chance da equipe colombiana.

No segundo tempo, o Corinthians continuou sofrendo com a improdutividade de Clayton e Kazim. Não à toa a torcida pediu a entrada de Pedrinho antes mesmo dos dez minutos, quando o Patriotas já acumulava oportunidades para empatar a partida.

Pedrinho, enfim, entrou no lugar de Clayton. Jô também foi para o jogo, na vaga de Giovanni Augusto. O Corinthians não melhorou tanto, tomou pressão no fim, mas conseguiu sacramentar a classificação aos 45 minutos, com gol justamente de Pedrinho - o meia-atacante aproveitou bobeira da zaga após chutão de Cássio e encobriu o goleiro Villete.

O Patriotas, pelo menos, teve uma despedida digna na sua primeira competição internacional. Já o Timão, líder do Brasileirão, igualou a segunda maior sequência invicta da história do clube, com 31º jogos, e chega forte também na Sul-Americana. Que venham as oitavas de final!

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 0 PATRIOTAS (COL)

?

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data-hora: 26/7/2017 (quarta-feira), às 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Raul Orellana (CHI) e Edson Cisternas (CHI)

Público/renda: 34.472 pagantes / R$ 1.593.595,90

Cartões amarelos: Cabezas (PAT)

Gols: Balbuena 27' 1ºT (1-0); Pedrinho 45' 2ºT (2-0)

CORINTHIANS: Cássio, Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto (Jô 29' 2ºT) e Clayton (Pedrinho 18' 2ºT); Kazim (Camacho 34' 2ºT). Técnico: Fábio Carille

PATRIOTAS: Villete, Jesús Murillo, Cabezas, Arboleda e Niko Carreño (Pretel 35' 2ºT); Larry Vásquez, Robayo, Omar Vázquez (Mosquera - intervalo) e Maurício Gómez; Valoyes e Ibargüen. Técnico: Diego Corredor

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos