Dourado celebra vitória, mas lamenta mais um gol sofrido de bola parada

Nem mesmo a vitória do Fluminense por 2 a 1 sobre a Universidad Católica, em Quito, e a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, fez com que Henrique Dourado deixasse o Estádio Olímpico Atahualpa completamente satisfeito. O Ceifador, autor de um dos gols, lamentou ter sofrido mais um gol de bola parada e viu erros na saída de bola do Tricolor das Laranjeiras.

- Hoje, com as adversidades, acredito que não fizemos uma boa partida. O segundo tempo nosso foi até um pouco melhor, mas nós temos que ter a consciência que temos que melhorar - disse Ceifador, antes de apontar alguns erros do Fluminense na partida no Equador:

- Erramos passes, tomamos um gol que a gente vive conversando, na bola parada. Temos consciência que temos que melhorar para seguirmos mais longe na competição em busca do título - finalizou o camisa 9 ao "Sportv".

A bola aérea defensiva, de fato, é um dos grandes problemas do Tricolor na temporada. Somando todas competições, o time de Abel Braga já sofreu 60 gols em 2017, sendo que 27 nasceram desta forma. São 48 jogos no ano.

O técnico já afirmou que tais números incomodam, e o trabalho no CT Pedro Antonio tem sido para melhorar o posicionamento do sistema defensivo. Às 11h desta quinta-feira, a delegação do Fluminense retorna ao Rio de Janeiro. Domingo, o confronto é contra a Ponte Preta, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos