Jair exalta primeiro tempo do Botafogo contra o Galo: 'Fantástico'

Quatro finalizações, duas no alvo. Dois gols. Contra um adversário que acertou apenas um chute no gol. O primeiro tempo do Botafogo, nesta quarta-feira, contra o Atlético-MG, foi de almanaque. Atuação que tirou do time visitante a vantagem no segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil. E, ao final, o Glorioso passou. Ao técnico Jair Ventura coube celebrar o sucesso, já que estava preocupado, inicialmente, em não sofrer gol, o que dificultaria a recuperação na busca pela semifinal da Copa do Brasil.

- Preocupava-me não tomar gol pelo poder de definição desse elenco do Atlético. Conseguimos deixar o Jefferson trabalhar pouco e fomos crescendo na partida. Fizemos o primeiro, o segundo... foi um primeiro tempo para se guardar. Fantástico. No segundo, (no intervalo) demos uma chacoalhada para não desconcentrar. E conseguimos ali, numa situação com o Gilson, o terceiro gol - exaltou o treinador.

Jair admitiu que tinha uma dúvida para antes do duelo, por conta da estreia de Rogério Micale no rival. E entende que seus comandados conseguiram se beneficiar da escolha do treinador do Galo.

- Temos observador técnico e ficamos com a dúvida pela mudança de treinador, se havia a mudança de treinador. Vocês de imprensa acabaram ajudando porque vazaram que ele poderia não jogar com o centroavante. Com a saída do Rafael, tem o perigo da qualidade do volante, mas o time fica mais baixo. Eles vinham no 4-2-3-1, mudou para 4-3-3. Tivemos dois, três minutos para observar. Falei na preleção. Tivemos volume grande, e fizemos, no meu modo de ver, um dos melhores primeiros tempos. Impecável. No segundo tempo, mais que normal, precisam do gol, ficaram mais com a bola. Tentamos, mas eles equilibraram e melhoraram - explica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos