Por briga de torcida, Internacional pode perder até dez mandos de jogo

O Internacional foi denunciado para o STJD por conta de episódios de violência causados pela sua torcida, que danificou alguns locais do estádio Beira-Rio. A confusão aconteceu após o empate em 1 a 1 com o Criciúma, pela 12ª rodada do Brasileirão Série B. Como punição, o clube poderá pagar multa e perder mando de alguns jogos, caso seja condenado pelo Tribunal, de acordo com o UOL.

Os atos foram mencionados em uma segunda súmula do árbitro da partida em questão, Dyorgines José Padovani de Andrade, momento após o envio da súmula eletrônica e o caso será julgado na próxima sexta-feira, dia 28 de julho. Veja abaixo a declaração do árbitro.

Após o encerramento e envio da súmula eletrônica da partida, estando ainda no vestiário da arbitragem, fui informado pelo delegado do jogo, Sr Paulo Ricardo Machado, que, nos arredores do estádio, houve protestos de torcedores do Internacional tais como lançamentos de bombas, brigas entre a mesma torcida (Internacional), depredação em parte do estádio e derrubamento de grades de proteção. O fato foi narrado ao delegado da partida pelo Tenente da Polícia Militar, Sr Pioner.

Os protestos do dia 8 de julho mostraram a revolta com a campanha da equipe na segunda divisão. A essa altura do campeonato, o time colorado havia deixado a zona de acesso à Série A. Para mostrar seu descontentamento, o grupo de torcedores atiraram pedras e garrafas nas janelas do estádio. Além disso, alguns presentes no ato tentaram invadir a loja oficial do clube e derrubaram as grades de proteção.

Pela confusão, o Internacional foi denunciado com base no artigo 213, podendo perder até dez mandos de campo e pagar uma multa que pode chegar a R$ 100 mil, caso haja uma condenação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos