Bruno Henrique pede para Palmeiras 'se fechar e absorver as cobranças'

Bruno Henrique, que chegou ao Palmeiras após o prazo de inscrições na Copa do Brasil e não participou da queda diante do Cruzeiro, foi o escolhido para dar entrevista coletiva nesta quinta-feira. O camisa 9 estava em Belo Horizonte com a delegação e comentou a cobrança de torcedores, liderados pelo conselheiro Carlos Degon, no hotel após a partida.

- Cobrança, desde que não haja agressão física, temos que saber receber, somos profissionais. Nosso grupo está fechado, focado. Sabemos que quando você é eliminado as críticas e as coisas negativas vêm de fora, temos consciência disso. Conversamos e temos que nos fechar porque temos duas competições importantes ainda. Nosso grupo está bem chateado, é claro, mas temos que ter maturidade para absorver essas cobranças da melhor maneira possível e se fechar - disse o jogador.

As cobranças sobre o Palmeiras são motivadas pelo enorme investimento feito para esta temporada. Bruno Henrique, repetindo o discurso usado antes por Cuca e Alexandre Mattos, repeliu o tom de "obrigação de títulos".

- Todos os clubes fizeram investimentos, contrataram jogadores. É normal no futebol. Não é sempre que você vai contratar e as coisas vão dar certo. Também não vejo as coisas aqui dando errado. Saímos da Copa do Brasil, mas não podemos dizer que as coisas estão dando errado. Quando você traz jogadores tem uma cobrança, sim, isso é normal. Mas no Palmeiras a cobrança será sempre a mesma, o clube é muito grande. Não temos que bater na tecla de que trouxe jogadores e por isso tem que ganhar - declarou.

- O Palmeiras contratou bastante, tem elenco forte, por ter duas, três, quatro competições no ano para jogar. Sobre jogar com reservas, todos que estão aqui estão demonstrando que têm condições, quando jogam estão correspondendo. A equipe está se fortalecendo. Tomamos o gol no fim ontem, e se não tivesse tomado aquele gol a conversa seria diferente, todo mundo elogiaria o elenco. O Palmeiras prioriza todas as competições que joga, é por isso que tem tantos jogadores de alto nível - completou Bruno.

Ele tem boas chances de ser titular contra o Avaí, às 19h de sábado, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos