Fora dos planos de Cuca, Felipe Melo caminha para deixar o Palmeiras

A passagem de Felipe Melo pelo Palmeiras caminha para o seu fim. Não relacionado para o jogo deste sábado, contra o Avaí, o jogador ouviu de Cuca que não será titular com ele e foi liberado para procurar uma nova equipe. O meio-campista ainda pode se transferir tanto para um time da Série A quanto para a Europa.

 

O comandante e o camisa 30 tiveram uma conversa nessa sexta. Nela, Cuca mais uma vez citou que seu estilo de jogo não se encaixa àquele que Felipe acostumou-se a jogar na Europa. O técnico gosta de marcadores que acompanhem de perto o adversário, enquanto o volante prefere atuar posicionado.

 

Pessoas ouvidas pelo L! relataram que a relação entre os dois em quase três meses era apenas profissional. A forma de jogar é só um dos assuntos em que eles divergiam - é possível dizer que a dupla apenas se "aturava" no dia a dia.

 

Esta dificuldade para jogar como Cuca gosta também preocupava Felipe. O jogador era um dos destaques com Eduardo Baptista, adepto da marcação por zona, e com Cuca não conseguia se encaixar - ele mesmo percebeu isto. Com o primeiro treinador, era dono da posição e fez 19 partidas; com o atual, foram oito, revezando-se entre a titularidade e o banco de reservas.

 

Ainda assim, acelerou a recuperação das lesões que teve na mão esquerda e coxa direita, voltando duas semanas antes do previsto, mas Thiago Santos e Bruno Henrique estão à frente na preferência do treinador, que tem contrato até dezembro de 2018. Cuca com a decisão quer "preservar o ambiente", numa lógica parecida à usada com Robinho e Lucas no ano passado: o técnico sabia que os dois não fariam parte do "time ideal" e temia que pudessem tumultuar o vestiário. Com isso, os trocou por Fabrício e Fabiano, do Cruzeiro.

 

Diante destas divergências e sabendo que com o atual comandante dificilmente será usado com frequência, o mais provável é que Felipe Melo não siga no clube.

 

Depois de falar com o atleta, o técnico avisou ao elenco nessa sexta que não o usaria. Dois dias antes, o camisa 30 havia sido titular na eliminação para o Cruzeiro pela Copa do Brasil e foi substituído no segundo tempo, para a entrada de Raphael Veiga. Na madrugada após o jogo, o conselheiro Carlos Degon, no hotel em Belo Horizonte (MG), cobrou que o meio-campista fosse mais usado, já que faltava "culhão" ao time.

 

Principal contratação do início de ano do Palmeiras, Felipe Melo é bastante respeitado pela torcida. Aos 34 anos, ele tem vínculo até o fim de 2019, mas provavelmente sairá com apenas oito meses de Verdão. Dono de cinco partidas no Brasileiro, o jogador ainda pode atuar por outro time na Primeira Divisão, pois o limite para transferências é de sete partidas. Nas principais ligas da Europa a janela para contratações segue aberta até o fim de agosto. Algumas como na Turquia, onde Felipe jogou por quatro anos, no Galatasaray, o período para trazer jogadores se estende até o início de setembro.

 

O Palmeiras e a assessoria de Felipe Melo apenas confirmaram que o jogador não está relacionado, mas negam discussão entre ele e Cuca. Às 19h, o Verdão recebe o Avaí no Allianz Parque, pela 17ª rodada do Brasileiro. Ao menos o treinador deve se pronunciar sobre o caso.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos