Levir critica 'inoperância' do ataque, mas valoriza empate do Santos fora

O técnico Levir Culpi não poupou o Santos de críticas após o empate em 1 a 1 com o Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre. Apesar de ter comemorado o ponto conquistado, o treinador destacou a atuação do ataque, que só chegou quatro vezes ao gol.

Além disso, o gol do Peixe veio de uma cobrança de escanteio e foi marcado por um zagueiro, David Braz, de cabeça.

- Eu achei que foi um ótimo resultado pela qualificação do Grêmio. Tivemos uma inoperância ofensiva, não pode acontecer. No segundo tempo demos preferência pela defesa, isso não gostei. Mas valorizo o resultado porque criamos um resultado dificílimo de conseguir aqui contra o Grêmio. Achei esquisito os acréscimos. Saí correndo senão ele daria mais um minuto de jogo. E o Grêmio sufocando... - disse em sua entrevista coletiva.

Depois da cobrança, o treinador lembrou do desgaste físico das duas equipes. Em seu caso, o Peixe venceu o Flamengo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, em casa.

- Claro que a questão física influencia (na queda de produção no segundo tempo). Realmente, o desgaste foi grande. Para tomar a bola do Grêmio também é difícil - finalizou.

O Peixe retorna a Santos na segunda-feira, quando também inicia a preparação para reencontrar o Flamengo, na quarta-feira, desta vez pelo Brasileirão, às 21h45, no Pacaembu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos