Torcida do São Paulo vira símbolo de reação e é exaltada pelo grupo

Com duas vitórias e um empate nos últimos três jogos, o São Paulo respirou no Campeonato Brasileiro. Já são três jogos de invencibilidade e um novo astral, principalmente após a vitória de virada por 4 a 3 sobre o Botafogo no último sábado no Engenhão. Os jogadores estão falando em tom de felicidade após um período difícil e já elegeram um fator determinante para a retomada: a torcida.

O apoio dos tricolores virou símbolo da melhora do time. Nos dois últimos jogos, contra adversários que estão na parte de cima da tabela (Grêmio e Botafogo), o calor da arquibancada foi determinante, na visão dos atletas, para o time reagir.

Contra o Grêmio, mais de 50 mil pessoas foram ao Morumbi na última segunda-feira, recorde de público no Brasileiro. O time saiu perdendo mas conseguiu o empate no segundo tempo. Já contra o Botafogo, os tricolores se mobilizaram e foram em bom número ao Engenhão no Rio de Janeiro. Como lembrou o volante Petros, durante o jogo se ouvia mais a torcida do São Paulo do que a do Botafogo. O time saiu atrás, chegou a estar perdendo por 3 a 1, mas virou em seis minutos. Depois, só restou agradecer o carinho. O técnico Dorival Júnior até á convocou a torcida para lotar o Morumbi na próxima quinta-feira, quando o time volta a campo contra o Coritiba.

"Uma torcida que leva 50 mil pessoas numa segunda-feira é porque realmente está abraçando a equipe, botando a cara, interessada em reverter esse quadro, preocupada em mudar essa situação. Foi fundamental, passando muita confiança para os jogadores. Faço uma convocação ao torcedor para o próximo jogo, que tomemos o Morumbi, façamos uma grande festa e que os jogadores retribuam, com muita dedicação, e rendimento, para sair dessa situação que incomoda muito", declarou Dorival.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos