Alison nega apelido 'Cachorro Louco' e agradece titularidade no Santos

Titular no Santos, Alison é reconhecido por sua boa marcação e chegadas duras nos companheiros, assim ele recebeu o apelido de "Cachorro Louco" dentro do elenco, mas ele negou e ressaltou que anda fazendo menos faltas.

- Pergunta para os caras aí que deram esse apelido (o motivo). Sei que esse apelido não é bem-vindo na minha casa. Minha mãe não gosta, não (risos). Eu dava entrevista dizendo que precisava melhorar quanto aos cartões e eu acho que evolui. Eu venho melhorando bastante.- disse.

Depois de não ser utilizado pelo ex-técnico Dorival Júnior, o camisa 5 conquistou a confiança de Levir Culpi e ganhou sequência no meio de campo, já que Renato e Vecchio estão contundidos, o primeiro se recupera de um estiramento no músculo iliopsoas, entre a coxa e a virilha, enquanto o segundo de uma lesão muscular na panturrilha. O volante falou da importância da rodagem no grupo e

- Isso é importante, o jogador gosta de ser útil para o time e para o clube. A partir do momento que você se sente importante para a equipe e poder ajudar, isso mexe com a cabeça do jogador. Você sabe que a qualquer momento pode surgir uma oportunidade. Com a entrada do Elano tive a oportunidade, depois com a chegada do Levir, ele deu continuidade. Foi muito importante para nós. - concluiu

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos