Levir aponta motivos para melhora do Santos e mira 'auge técnico'

Com o empate em 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, no último domingo, o Santos chegou a nove jogos sem derrotas, sendo seis vitórias e três empates. A melhora após a chegada do técnico Levir Culpi, que comandou o time em 14 jogos, é vista pelo próprio treinador por alguns aspectos que foram listados após a conquista de um ponto fora de casa no último domingo.

- Foi uma coincidência. Temos alguma experiência. Neste ano completo 50 anos de futebol, tem alguma coisa para somar. Mas o elenco do Santos é muito bom. Já tinha um trabalho com o Dorival. É um time que joga legal. Hoje não tivemos boa atuação ofensiva. A utilização de todo o elenco também ajuda - disse.

No comando do Peixe há menos de dois meses, Levir perdeu Kayke, Victor Ferraz, Renato, Vitor Bueno e Vecchio por lesão e viu a recuperação do lateral-direito e de Ricardo Oliveira.

Além disso, deu chances a atletas que estavam sendo pouco utilizados, como eram os casos de Noguera e Vecchio e recolocou no time titular Jean Mota e Vecchio.

O treinador ainda aguarda as voltas de Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca, além da liberação de Nilmar e Matheus Jesus, que ainda não estrearam pelo Alvinegro.

Mas nem só com elogios Levir Culpi vê o momento do Santos. Para ele, é possível melhorar o nível técnico da equipe para brigar pelo título do Campeonato Brasileiro e ir mais longe na Libertadores, na qual está nas oitavas de final.

- Estamos muito aquém de colocar o time na ponta da tabela, mas há tempo! - pontuou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos