Mano Menezes admite dificuldade de Rafael Sóbis em atuar pelos lados

Do UOL, em São Paulo

  • Marco Galvão/Estadão Conteúdo

As críticas da torcida em cima de Rafael Sóbis vêm subindo nos últimos dias. Sem marcar desde o dia 25/6, contra o Coritiba, pelo Brasileirão, o atacante vive seu maior jejum de gols desde que chegou ao Cruzeiro. No empate por 0 a 0 contra o Vitória, no último domingo, o jogador atuou os 90 minutos, pelos lados do campo, e não teve grande atuação. Chegou, inclusive, a desmaiar no vestiário após a partida, por conta do desgaste físico. O treinador Mano Menezes analisou a opção de utilizar Sóbis na beirada do campo.

"Penso que a dedicação do Sobis é muito mais para a equipe do que qualquer outra coisa. Hoje, é o nosso homem mais adiantado na outra formação, formação base do Cruzeiro (centralizado, mais à frente). Já está encontrando um pouco de dificuldade de jogar pelo lado, é verdade. Temos que resolver isso, trabalhar, temos Rafinha de volta, jogador mais de lado que Sobis. É um desafio para a gente fazer todo mundo melhorar, como o Thiago Neves, citado como exemplo", completou o treinador.

O problema para Rafael Sóbis para voltar a jogar centralizado é a concorrência que ele ganhou nos últimos dias. Sassá chegou do Botafogo e convenceu nas atuações que teve. Para mandar os dois à campo, um deve jogar mais aberto, e como Sassá tem garantido centralizado, a a escolha é por ele e não Sóbis.

O próximo compromisso do Cruzeiro é nesta quinta-feira, às 20h, contra o Vasco, em Volta Redonda. Depois, a Raposa recebe mais um carioca, o Botafogo, domingo, às 16h, no Mineirão. A equipe de Mano Menezes é a nona colocada na tabela do Brasileirão, com 23 pontos, quatro a menos que o Sport, primeiro time do G6.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos