Em fase mais segura no Corinthians, Cássio atingirá marca de 300 jogos

  • Luciano Belford/AGIF

Cássio vive um ano especial. O goleiro recuperou a condição de titular absoluto do Corinthians, admite que está em sua melhor fase na carreira, é observado por Tite para a Seleção Brasileira e completará 300 jogos pelo clube nesta quarta, contra o Atlético-MG, pela 18ª rodada do Brasileirão. Além de tudo isso, ele foi campeão paulista, lidera o Brasileiro e ostenta sua melhor média de partidas sem tomar gol desde que chegou ao clube, em 2012.

"É legal alcançar essa marca de 300 jogos e ficar na história do Corinthians com títulos. Sempre almejamos mais, e eu acho que tenho condições de buscar novas marcas, mas já fico muito feliz de ter alcançado essa marca em um clube como o Corinthians", disse Cássio, que elegeu a pior derrota e a melhor vitória nestes 299 jogos.

"Acho que a pior derrota foi o 4 a 1 para o Atlético-MG, porque foi uma eliminação dolorosa (nas quartas de final da Copa do Brasil em 2014, quando o Timão havia vencida a ida por 2 a 0 e ainda aberto o placar na volta). Sobre o melhor, graças a Deus teve muitos jogos bons, mas acho que foi contra o Chelsea (ING) por causa do contexto geral. Final de Mundial e parecia que estávamos no Pacaembu e não no Japão. Pelo jogo e pelo que a torcida fez de ir até lá", opinou.

A boa fase de Cássio em 2017 não é por acaso. O próprio goleiro sabe que seu comportamento fora de campo foi fundamental para voltar a ter sucesso pelo Corinthians. Ele passou a ter novos hábitos ao morar com sua noiva Janara desde o fim do ano passado, chegou à pré-temporada bem fisicamente e começou a frequentar a igreja evangélica - inclusive foi batizado recentemente.

A mudança extracampo surtiu resultado imediato debaixo da trave. Cássio não disputou apenas um jogo do Corinthians nesta temporada, só porque foi poupado contra o Linense, e sofreu 23 gols nas 47 vezes que entrou em campo. Ele não foi vazado em 26 partidas, ou seja, em 55,3%, em sua melhor média desde 2012. Até então, o maior percentual era em 2013, quando passou em branco em 51% dos jogos (veja a tabela completa abaixo).

"O Cássio de hoje é melhor, com certeza. Estou mais maduro, tive coisas positivas e negativas que me fizeram amadurecer como pessoa", analisou o goleiro ao ser perguntado se está em fase melhor do que em 2012, quando foi fundamental para os títulos da Libertadores e do Mundial.

O preparador de goleiros do Timão, Mauri Lima, também vê Cássio melhor em 2012. Os dois tiveram um desentendimento no ano passado, após Walter ganhar a posição de titular, mas conversaram no final de 2016 para que 2017 fosse uma temporada de sucesso.

"Ele está provando que aquele goleiro que conhecíamos desde que chegou pode estar cada vez até melhor", afirmou Mauri.

Cássio é o quarto goleiro com mais jogos pelo Corinthians (atrás de Ronaldo, com 602, Gilmar, com 395, e Cabeção, com 324). Nesta quarta, completará 300 partidas e receberá uma placa do clube. Mais uma marca atingida neste ano especial que o goleiro vive.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos