Colocados para escanteio: veja jogadores encostados que podem reforçar o seu time

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro vai se aproximando e os reforços da janela de transferências não param de chegar. Apesar da maioria das negociações envolverem o futebol estrangeiro, alguns jogadores do futebol nacional podem entrar na mira de clubes rivais no Brasil.

Sem espaço nos clubes em que atuam, após serem contratados com muita fanfarra, atletas como Felipe Melo e Nenê lideram a lista de jogadores colocados para escanteio a ponto de deixar o clube e que podem reforçar outros times no país. Confira a situação dos principais casos abaixo e veja se o seu clube teria espaço para eles:

Felipe Melo - Palmeiras

O volante foi contratado no início da temporada para reforçar o time campeão brasileiro, mas foi perdendo espaço quando Cuca assumiu o comando da equipe. Na última semana, o treinador não relacionou Felipe para o duelo com o Avaí, pelo Brasileiro, e liberou o jogador para assinar com outro clube. Como o volante só fez cinco partidas pelo Verdão no Brasileirão, ele pode acertar com outro clube brasileiro.

?Na segunda-feira, um áudio vazado mostrou Felipe Melo falando que não trabalharia mais com Cuca, a quem chamou de "mau caráter", e disse que diversos clubes nacionais estavam interessados em contratá-lo. Em entrevista à ESPN Brasil, o volante confirmou a veracidade do áudio, mas pediu para desconsiderá-lo por ter "bebido champagne e não lembrar para quem falou essas coisas". Felipe Melo também afirmou que dois clubes turcos se interessaram, mas as propostas foram recusadas. O contrato do jogador com o Palmeiras se encerra em dezembro de 2019.

Nenê - Vasco

?O meia veterano chegou no cruz-maltino em 2015 e logo foi aclamado como ídolo da torcida, apesar da campanha do Vasco no Brasileiro terminar em rebaixamento. Após liderar o time de volta à Série A, Nenê era considerado titular absoluto na equipe da Colina, mas a situação mudou após Milton Mendes assumir o comando do Vasco.

Nenê perdeu espaço no time e Milton Mendes não conta com o jogador, que já manifestou desejo de deixar o Vasco. No entanto, o clube aguarda receber uma proposta por Nenê, que segue treinando em São Januário enquanto decide seu futuro no futebol. Seu contrato com o Vasco é até 2018.

Wesley - São Paulo

?O volante foi contratado em 2015, considerado um dos principais nomes na era Aidar. A contratação do jogador chamou atenção na época pelos altos valores envolvidos na negociação, fato questionado pela torcida. Sem conseguir se firmar como titular, caiu na mira dos torcedores, e Wesley chegou a ser agredido quando um grupo de torcida organizada invadiu o CT do São Paulo.

?Apesar de ser querido pelo treinador Dorival Junior, com quem já trabalho no Palmeiras e Santos, a situação de Wesley no São Paulo é considerada irreversível pelo clube. O atleta se reuniu com a diretoria para negociar uma rescisão de contrato amigável, e já não é mais relacionado para as últimas partidas do Tricolor. O contrato do volante se encerra em 2018.

Cristian - Corinthians

?O volante retornou ao Corinthians em 2015, após longa temporada na Turquia, como um dos reforços para a disputa do Brasileiro. No entanto, o jogador veio perdendo espaço na equipe até março desse ano, quando Cristian concedeu uma entrevista ao LANCE!, reclamando da falta de comunicação e da pouca clareza para resolver assuntos no clube, pedindo mais respeito.

?A entrevista do jogador não foi bem recebida no Corinthians, que afastou o jogador do elenco alvinegro. Desde então, Cristian não entra mais em campo, e sua última partida foi no dia 1º de fevereiro, um amistoso de pré-temporada. O jogador segue treinando no CT Joaquim Grava, em horário oposto ao elenco corintiano, enquanto aguarda ofertas. O Corinthians não pretende rescindir o contrato de Cristian, que se encerra em dezembro, por ter que pagar salários e luvas integrais ao jogador pelos três anos de vínculo.

Conca - Flamengo

?O argentino foi o principal reforço do Flamengo no primeiro semestre desse ano. Chegando por empréstimo do clube chinês Shanghai SIPG, Darío Conca gerou esperança no torcedor flamenguista, mas o jogador chegou lesionado e precisou passar por toda sua recuperação antes de jogar. Conca foi liberado para atuar com bola em maio, mas a forte concorrência no elenco do Flamengo deixou o argentino sem espaço.

Sob o comando de Zé Ricardo, Conca atuou apenas uma vez na temporada, passando 26 minutos em campo em duelo com o Fluminense. Zerado no Brasileiro, o meia pode ganhar mais oportunidades na disputa da Sul-Americana. Rodrigo Caetano, executivo de futebol do Flamengo, reconhece a insatisfação do jogador mas espera que Conca cumpra seu contrato até o fim do ano. O Rubro-Negro ainda não recebeu nenhuma oferta pelo argentino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos