Corinthians não ensaia a escalação, mas terá desfalques nas duas pontas

Ainda que involuntariamente, o mistério está lançado em relação à escalação do Corinthians para enfrentar o Atlético-MG na quarta-feira, às 21h, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com pouco tempo para comandar treinamentos no CT Joaquim Grava, o técnico Fábio Carille decidiu aumentar o período de trabalhos regenerativos e não esboçou o time na atividade desta terça, quando os titulares do fim de semana, exceção feita ao goleiro Cássio, permaneceram na parte interna e só reservas trabalharam em campo.

As únicas certezas do comandante para o compromisso no Mineirão são os desfalques: Pablo, que ainda trata uma lesão na coxa direita, Jadson, que se recupera de fraturas em duas costelas, além de Marquinhos Gabriel, que não foi a campo por conta de um incômodo na coxa esquerda, e Romero, que até treinou nesta terça-feira após tratamento na coxa direita, mas foi confirmado como baixa pelo próprio comandante alvinegro.

Com desfalques importantes nas duas pontas, Carille deve apostar em Giovanni Augusto pela direita e Clayson pela esquerda para manter o esquema tático 4-2-3-1. A provável escalação é a seguinte: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Giovanni Augusto, Rodriguinho e Clayson; Jô. A oficialização da formação, no entanto, só acontecerá horas antes de a bola rolar no Mineirão.

Nesta terça-feira, os reservas e alguns garotos das categorias de base participaram de um trabalho técnico em espaço reduzido. De quem participou deste trabalho, Clayton não poderá jogar por conta de cláusula no empréstimo do Atlético-MG.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos