Empresário de Neymar está em Paris e deve facilitar negócio com o PSG

Com a confirmação da saída do Barcelona, Neymar vê o Paris Saint-Germain com o caminho livre para contratá-lo, no caso de pagamento da multa rescisória, que chega aos 222 milhões de euros (R$ 816 milhões). Nesta quarta-feira, ocorreu mais um indício da proximidade com o clube francês.

O empresário Wagner Ribeiro, que sempre trabalhou junto a Neymar e seu pai, está em Paris e, via rede social, compartilhou a estadia com seus seguidores, com os seguintes dizeres na legenda: "Paris maravilhosa, da Torre Eifel, do vinho, da gastronomia e do futebol".

Como era de se esperar, a imprensa espanhola interpretou a imagem como um sinal de que ele ajudará nas tratativas finais entre o astro e o PSG. O agente também teria informado a veículos locais que os 222 milhões de euros da cláusula rescisória do astro serão pagos ainda nesta quarta.

No comunicado divulgado mais cedo, o Barça deixa claro que pretende receber o valor integral da multa de Neymar, desde 2013 no Camp Nou.

- Diante dessa posição, o clube informou-os que a cláusula de buy-out do seu contrato, existente desde 1 de julho, totaliza 222 milhões de euros, o que deverá ser depositado na sua totalidade - escreveram os Blaugranas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos