Petros critica árbitro e diretor do São Paulo reforça: 'Estamos indignados'

O São Paulo saiu na bronca com o árbitro Péricles Bassols após a derrota por 2 a 1 para o Coritiba na noite desta quinta-feira no Morumbi. Os jogadores reclamaram que não houve pênalti de Bruno em Rildo, e a diretoria chegou a se pronunciar sobre o assunto fazendo críticas. O diretor executivo de futebol Vinicius Pinotti não descartou levar o caso à CBF.

- Não sei, vou conversar com o presidente de cabeça mais fria para ver o que vamos fazer. Estamos indignados. Não foi pênalti e deu cartão para jogador errado. Segurou o jogo desde o início, foi uma vergonha - afirmou, em entrevista coletiva ainda no Morumbi.

Petros reforçou as críticas do dirigente e disse que avisou o árbitro de um possível equívoco na hora de aplicação de um cartão amarelo.

- Avisei e o juiz não me ouviu, deu cartão a jogador errado. Jonas seria expulso pelo segundo cartão amarelo e foi substituído no intervalo - afirmou.

Além de Jonas, o goleiro, Wilson, Yan Sasse, Matheus Galdezani e Alan Santos foram advertidos com cartão amarelo. O pênalti de Bruno originou o primeiro gol do Coxa, marcado por Carleto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos