Com marca de Jonas, Benfica volta a bater o Vitória e fatura a Supertaça

O Benfica festejou em sua casa. Neste sábado, o time da capital portuguesa foi superior e, no Estádio da Luz, bateu o Vitória de Guimarães, por 3 a 1, com gols de Jonas, que foi quem abriu o marcador, Seferovic e Raúl Jiménez. Raphinha, outro brasileiro, descontou para o lado derrotado. O triunfo faz com que o Benfica conquiste a Supertaça de Portugal pela segunda vez consecutiva.

O Benfica volta a bater o Vitória, que chegou à decisão da Supertaça por ter sido vice da Taça de Portugal, no fim de maio, sendo derrotado justamente para o time de Rui Vitória. Como já tinha conquistado o Campeonato Português, fazendo a "dobradinha", coube a equipe de Guimarães ter uma segunda chance. Sem sucesso.

O JOGO

O início do Benfica foi arrasador. Antes dos 12 minutos, já estava com dois gols de vantagem, levando o apaixonado torcedor benfiquista ao delírio. Jonas anotou o primeiro tento do duelo sendo oportunista, de rebote, enquanto Seferovic ampliou após receber belo passe em profundidade de Pizzi.

Antes do intervalo, apesar da efetivação da superioridade técnica do Benfica, o Vitória diminuiu o prejuízo. Raphinha empurrou à rede depois de bate-rebate dentro da área dos rivais.

O segundo tempo prometia - e até entregou - uma equipe alvinegra mais vibrante e incisiva em busca do empate. O Vitória de Guimarães teve mais posse de bola, porém não foi eficiente para novamente vazar o goleiro Varela, titular no lugar do ausente Julio Cesar.

No fim do confronto, Jiménez ainda viria a marcar, causando um alívio aos donos da casa. Com isso, o zagueiro e capitão Luisão levantou a sétima Supertaça de Portugal na história do Benfica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos