Fernando Prass: 'Se eu não ficar, acho que escrevi uma história bonita'

Fernando Prass segue sem ser procurado pela diretoria do Palmeiras para negociar a renovação de seu contrato, que vence em 31 de dezembro, e ainda perdeu para Jailson a condição de titular. Neste domingo, após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, em que aproveitou a suspensão do concorrente e ganhou nova chance, o goleiro falou sobre sua situação:

- Agora é hora de deixar qualquer vaidade de lado e pensar no Palmeiras, no que você pode fazer para o Palmeiras terminar o ano bem. Aí, no fim do ano, eu vejo o que é melhor para mim. Óbvio que minha ideia é ficar no Palmeiras, mas não depende só de mim. Se eu pudesse escolher, eu ficaria. Se não ficar, acho que escrevi uma história bonita aqui. Se não for para ficar, aí eu tenho que procurar outro clube, mas tenho pensamento positivo e otimismo de que vai dar tudo certo - disse o camisa 1.

Questionado na sequência sobre a procura de outros clubes para negociar um pré-contrato, Fernando Prass disse que não teve conversas neste sentido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos