Confusão entre Rodrigo e Milton Mendes expõe mal-estar no Vasco

O desentendimento entre Rodrigo e Milton Mendes expôs que a relação do treinador e os jogadores do Vasco não é das melhores. Após empurrar o técnico três vezes, o ex-defensor do clube deixou no ar que os antigos companheiros estavam insatisfeitos com o treinador, com quem teve problemas em sua saída do Cruz-Maltino.

- Conversando com os jogadores ali (dentro de campo), acho que ele que tem que ter um pouco de respeito com os jogadores que estão lá - disse Rodrigo.

Outra coisa que chama a atenção foi a reação dos jogadores do Vasco durante a confusão. Os atletas que estavam em campo praticamento só ficaram vendo Rodrigo empurrar Milton, e só um agiu depois de algum tempo.

Após o apito final do empate em 0 a 0 entre Vasco e Ponte Preta, Rodrigo parou para conversar com Jean e Paulo Vitor no meio-campo. Milton foi até os seus jogadores para chamá-los para o vestiário e quando encostou no zagueiro da Ponte, levou um empurrão. Depois, o defensor empurrou o técnico mais uma vez e partiu para cima dele, dando um pisão no pé e outro empurrão. Só depois disso o volante Jean chegou para separar a confusão.

O curioso é que logo em seguida Rodrigo continuou batendo papo com Jean e Paulo Vitor, como se nada tivesse acontecido. Logo depois, o zagueiro também foi conversar com Wellington e Henrique, com os três colocando a mão na boca para evitar leitura labial e sorrindo.

Antes da partida contra a Ponte Preta, o grupo vascaíno se reuniu sem a presença da comissão técnica para debater alguns assuntos, entre eles Milton Mendes. Os jogadores não gostam de algumas atitudes do técnico e cobranças que entendem ser exageradas. Os últimos casos que desagradaram o elenco foram discussões com Madson e Jomar.

Após o jogo, Milton confirmou o encontro do grupo. No entanto, ele negou problemas com os jogadores e tentou minimizar a questão, dizendo que isso é uma tentativa de desestabilizar a equipe.

- Tantas coisas que falam. Quando as vitórias não aparecem fomentam muita coisa. A realidade é que os jogadores pediram uma reunião, para mim inclusive, para eles terem o seu ponto de vista, para falarem entre eles. Depois, o que vem em cima disso é totalmente fora da realidade. As pessoas estão tentando desestabilizar o Milton e os jogadores, o Milton e os diretores... estão tentando desestabilizar de todas as formas. Já perdemos o estádio, dois jogos. O que mais querem que a gente perca? A nossa estabilidade não vamos perder nunca, porque treinador é equilibrado e sabe as dificuldades que tem - comentou Milton Mendes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos