Dono do PSG tem reunião para fechar com reforço de R$ 369 mi, diz jornal

  • AP Photo/Matthias Schrader

Na última segunda-feira, a imprensa italiana afirmou que o Atlético de Madri havia recusado uma proposta de 75 milhões de euros (R$ 275 milhões) do Paris Saint-Germain por Jan Oblak. Já nesta quarta, o jornal espanhol "As" traz que o esloveno pode, sim, tornar-se o goleiro mais caro da história - e com folga, uma vez que o posto hoje é ocupado por Ederson, comprado pelo Manchester City por 40 milhões de euros (R$ 145 milhões).

Explica-se: o PSG não quer abrir mão de contar com Oblak como reforço para 2017/18. O diário traz que Nasser Al-Khelaifi, dono e presidente do PSG, se encontrará no próximo sábado com o empresário do arqueiro colchonero.

Depois de tornar Neymar o protagonista da transferência mais cara do futebol, cujo valor chegou aos 222 milhões de euros (cerca de R$ 822 milhões), o PSG estaria refletindo se vale a pena investir os 100 milhões de euros (aproximadamente R$ 369 milhões) da multa contratual de Oblak. E a possibilidade do pagamento integral não é pequena, aponta a imprensa local.

O Atlético de Madri, por sua vez, corre para estender o vínculo do goleiro de 24 anos, que expira em junho de 2021. Ex-Benfica, Oblak está no Vicente Calderón desde a temporada 2014/15.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos