Presidente diz que apenas detalhes separam Luan do futebol russo

O atacante Luan deve mesmo deixar o Grêmio nos próximos dias. Em entrevista ao jornal "Zero Hora", nesta terça-feira, o presidente do clube gaúcho, Romildo Bolzan Júnior, afirmou que detalhes separam o craque tricolor do Spartak Moscou, da Rússia. O dirigente ainda admitiu estar "de coração partido".

- Entre Grêmio e Spartak está tudo muito bem encaminhado. Nos sentimos contemplados em nossas pretensões. Falta pouca coisa. Meramente adequações. O negócio, em sua essência, está ajustado, mas detalhes podem evitar que ele seja concretizado - afirmou Bolzan

Representantes do clube russo fizeram, nesta terça-feira, uma proposta oficial de 20 milhões de euros (R$ 73,4 milhões). O Tricolor, no entanto, deseja uma oferta de pelo menos 25 milhões de euros (R$ 91,8) para liberar o jogador.

A ideia inicial era liberar Luan apenas ao final da temporada, mas a pressão por receber o montante da transferência imediatamente pode acabar fazendo o atacante sair antes do desejado. O duelo contra o Godoy Cruz, nesta quarta-feira, pela Libertadores, deve ser o último do jogador com a camisa do Grêmio. Bolzan Júnior afirmou que está fazendo o melhor para o clube.

- Estou com o coração partido, mas sei que estou fazendo o que é necessário - finalizou o cartola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos