Atacante brasileiro recorre à Fifa e rompe com time turco

  • AP Photo/Luis Hidalgo

    Welliton comemora gol marcado com a camisa do São Paulo em 2013

    Welliton comemora gol marcado com a camisa do São Paulo em 2013

Welliton não é mais jogador do Kayserispor, da Turquia. O atacante entrou na Fifa por conta de salários atrasados e recebeu a notificação do fim do seu vínculo com os turcos.

O brasileiro recorreu à entidade após ficar com três meses de salários atrasados, o que ocorreu pela segunda vez. No entanto, o Kayserispor não cumpriu o prazo estipulado pela Fifa e não quitou os débitos, abrindo espaço para a saída do jogador.

"É a segunda vez que os coloco na Fifa por conta de salários atrasados. Na primeira, eles quitaram o débito no último dia. Dessa vez, eles não pagaram. Aí, a entidade mandou uma carta informando que meu contrato estava encerrado com o Kayserispor", revelou o atacante, ao LANCE!.

Agora, Welliton está livre para negociar com qualquer clube. O atacante não quis entrar em detalhes de quais equipes fizeram propostas.

"Não posso falar agora qual clube. Mas recebi contatos do Japão, Rússia e Arábia Saudita", afirmou Welliton, antes de citar o Brasil:

"Alguns clubes brasileiros também me procuraram, mas a janela no país já fechou. Mas a minha preferência não é voltar ao Brasil agora", completou.

Welliton foi revelado pelo Goiás. Do Esmeraldino, foi para o Spartak de Moscou, onde ficou de 2007 a 2014, tendo sido emprestado para Grêmio e São Paulo, em 2013, e ao Celta de Vigo. O brasileiro atuou ainda no Mersin Idmanyurdu, da Turquia, antes de chegar ao Kayserispor.

Sobre uma possível volta ao futebol russo, onde se destacou pelo Spartak, Welliton não descartou.

"Gostaria de atuar mais uma vez no país. É um local que conheço e também sei como é jogado o campeonato", declarou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos