Cícero é afastado e São Paulo já o coloca à disposição de outros clubes

Contratado no começo do ano a pedido de Rogério Ceni, Cícero está afastado no São Paulo. Em decisão que teve participação direta do técnico Dorival Júnior, e tomada em conjunto com a diretoria, o meio-campista passa a treinar separado ao lado do zagueiro Lucão, que também está fora dos planos do clube.

Cícero vinha sendo relacionado e chegou a entrar em campo contra o Grêmio, há duas semanas. Mas, depois do treino dessa terça-feira, foi comunicado pessoalmente de que não faz mais parte dos planos do Tricolor. Seus empresários já foram informados de que podem procurar um novo clube para ele.

Cícero tem contrato até dezembro de 2018 e chegou de graça, mas com parte de seus salários ainda pagos pelo Fluminense, seu ex-clube. Como já participou de dez rodadas do Campeonato Brasileiro, não pode atuar em outra equipe da primeira divisão. No primeiro semestre, chegou a ser sondado pelo Inter, mas o interesse esfriou.

Não foram revelados os detalhes da decisão, mas o comportamento de Cícero foi considerado um problema. O volante Wesley, por exemplo, negocia sua rescisão de contrato há quase um mês e também está oficialmente fora dos planos do clube, mas vem treinando normalmente com o elenco.

Cícero teve a primeira passagem pelo São Paulo entre 2011 e 2012, quando fez parte do elenco campeão da Copa Sul-Americana. Atuou com Ceni nesse período e voltou a pedido do ex-goleiro. Nesta temporada, foram 32 jogos, quatro gols e uma assistência. Não é titular desde 21 de junho, na derrota por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, ainda com Ceni como técnico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos