Dorival saca Jucilei e arma time com Shaylon, Gomez e Marcos Guilherme

  • Marcello Zambrana/Agif/Estadão Conteúdo

Dorival Júnior prometeu mudanças para fazer o São Paulo melhorar e nesta quarta-feira, na primeira atividade em que armou uma escalação inteira, resolveu sacar Jucilei. O técnico já tinha indicado que tiraria Marcinho dos titulares e, nesta manhã, colocou Buffarini, Shaylon, Jonatan Gomez e Marcos Guilherme como novidades no esquema 4-1-4-1.

Após aquecimento e atividade técnica, o treinador esboçou o time em trabalho em campo reduzido. Com base no trabalho, o Tricolor enfrentará o Cruzeiro com: Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Shaylon, Hernanes, Jonatan Gomez e Marcos Guilherme; Pratto.

No posicionamento, Petros ficava sozinho na cabeça de área, com Shaylon aberto pela direita e Marcos Guilherme do outro lado. Centralizados, estavam Hernanes e Gomez, mas o argentino voltava mais para ajudar na marcação, enquanto o Profeta atuava bem próximo a Pratto, chegando a entrar na área.

Os reservas tiveram goleiros se alternando na posição. Na linha, a escalação inicial dos suplentes tinha: Éder Militão, Lugano, Douglas e Júnior Tavares; Jucilei, Cueva e Thomaz; Marcinho, Brenner e Pedro Bortoluzo.

Ao longo da atividade, ficou claro que Jucilei, um dos nomes mais exaltados pela torcida em jogos no Morumbi, não é mais nem a segunda opção de Dorival na cabeça de área. Durante o treino, Petros saiu mais cedo para descansar e Dorival preferiu ver Militão como volante, colocando Foguete na lateral dos reservas e mantendo Jucilei entre os suplentes.

Titular em todas as 19 rodadas do Campeonato Brasileiro até agora, Jucilei chegou a dar uma entrada mais forte em Marcos Guilherme ao longo do treinamento. Pediu desculpas ao meia-atacante, que foi atendido pelos médicos por alguns minutos e voltou a treinar normalmente. Ao longo da atividade, Hernanes também ganhou descanso, com Denilson entrando para jogar pela direita e Shaylon mais centralizado.

Quem também sai da equipe, mas por suspensão, é Cueva, que recebeu o terceiro amarelo na derrota para o Bahia. Já Rodrigo Caio, que cumpriu gancho por acúmulo de cartões e foi substituído por MIlitão em Salvador, retoma normalmente seu posicionamento na zaga.

Caso mantenha a escalação, Dorival dará a primeira chance a Marcos Guilherme como titular. O meia-atacante saiu do banco nos últimos três jogos e fez dois gols em sua estreia, na virada por 4 a 3 sobre o Botafogo. Foi indicado pelo treinador e não vinha sendo escalado desde o início porque o técnico sentia que lhe faltava ritmo de jogo.

Na lateral direita, Bruno, com dores nas costas, e Araruna, com estiramento na coxa direita, não treinaram e estão vetados para o jogo de domingo. Com isso, Buffarini volta a ter chance, por falta de opção. Também não treinaram com o elenco nesta quarta-feira o atacante Gilberto, que trata contratura na panturrilha esquerda, e o meia Lucas Fernandes, outro com estiramento na coxa esquerda.

Outras ausências na atividade foram o zagueiro Aderllan, que trata de pancada que recebeu no treino de terça-feira e ainda nem treinou pelo clube, e o meia Cícero. O lateral-esquerdo Júnior Tavares, liberado da atividade de terça-feira para ir a uma audiência particular, treinou normalmente e já sem os cabelos descoloridos que chamaram atenção dos torcedores diante do Bahia, no domingo.

O São Paulo volta a treinar na tarde desta quinta-feira. O time somou 19 pontos em 19 rodadas e terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro em 17º lugar, na zona de rebaixamento. Recebe o Cruzeiro às 11h de domingo, no Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos