Levir avalia possível roteiro brasileiro na Libertadores: seria desgastante

  • Daniel Vorley/AGIF

Cinco anos após voltar à Libertadores, o Santos abriu vantagem nas oitavas de final ao vencer o jogo de ida fora de casa por 3 a 2 contra o Atlético-PR. Se confirmar a classificação na Vila Belmiro, na quinta-feira, às 21h45, o Peixe pode seguir encarando um caminho brasileiro.

Se chegar nas quartas de final, o Alvinegro pega o vencedor de Palmeiras e Barcelona (EQU). Os equatorianos abriram vantagem de 1 a 0 em casa, na ida, e as equipes definirão o duelo nesta quarta, no Allianz Parque, às 21h45.

O vencedor de um possível encontro brasileiro nas quartas pode encontrar outro rival doméstico na semifinal. Isso porque, do mesmo lado da chave, podem avançar Grêmio e Botafogo. Nas oitavas, o Tricolor gaúcho venceu fora de casa o Godoy Cruz, da Argentina, por 1 a 0, e decidirá seu futuro em casa. O Glorioso fez o mesmo sobre o Nacional, no Uruguai.

A chance de encontrar outros brasileiros nas próximas fases da Libertadores anima o técnico do Santos, Levir Culpi.

"É desgastante, mas altamente emocional. Seriam jogos de ponta, que exigem 100% de todos. É o desgaste completo, mas por outro lado pode ser a glória. E isso que é o legal do futebol", disse o treinador ao LANCE!.

Para o Santos se desclassificar, o Atlético-PR terá que vencer por dois ou mais gols de diferença, ou então por um, desde que marque ao menos quatro gols (4 a 3 ou 5 a 4, por exemplo). Caso devolva o 3 a 2, a disputa será nos pênaltis e qualquer empate levará o Santos às quartas.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos