Gilson Kleina se diz satisfeito com primeiro turno da Ponte

Em jogo adiado da 17ª rodada, por conta da tragédia que vitimou João Pedro Braga, filho do trinador Abel Braga, Ponte Preta e Fluminense empataram por 0 a 0, na noite desta quarta-feira, no Moisés Lucarelli. Para o treinador da Macaca, Gilson Kleina, faltou pouco para a equipe conseguir os três pontos.

- O Fluminense veio com uma formação diferente. No primeiro tempo tivemos dificuldades, no intervalo mudamos e agredimos um pouco mais, conseguimos chegar pelos lados, abrimos o jogo. Infelizmente não conquistamos a vitória. Vamos tentar corrigir e recuperar os atletas e tentar fazer um segundo turno mais forte dentro de casa - avaliou.

Sobre a campanha da Ponte Preta até aqui, Kleina ressaltou que o time perdeu jogadores importantes após o Campeonato Paulista, o que fez com que o entrosamento fosse afetado. Para ele, fazer uma equipe mais compacta no segundo turno é a receita para o sucesso.

- Nós começamos remontando a equipe no início do Campeonato. Não conseguimos repetir a equipe devido a lesões e suspensões. Fomos a equipe que mais jogou fora no primeiro turno. E no segundo turno temos que pontuar da melhor maneira possível e tentar fazer uma equipe mais compacta com características diferentes - afirmou.

Por fim, o treinador elogiou os resultados obtidos até o momento da temporada. A Ponte Preta foi vice-campeã paulista, perdendo para o Corinthians na final, e recentemente avançou às oitavas de final da Sul-Americana.

- Estamos fazendo um campeonato equilibrado, nos classificamos na Sulamericana. Nosso grupo é reduzido e estamos jogando três vezes por seman, então temos é que trabalhar bastante para fazermos um segundo turno mais compacto - completou o treiandor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos