Aubameyang admite querer voltar ao Milan, mas diz: 'Eles estão dormindo'

Em uma transmissão ao vivo no Instagram no último sábado, o atacante Pierre-Emerick Aubameyang admitiu que quer retonar ao Milan, clube que o projetou para o futebol. O jogador do Borussia Dortmund, porém, afirmou que os rossoneros 'estão dormindo'.

- Eu quero voltar, mas eles (o Milan) estão dormindo. O que posso fazer? - disse o jogador em italiano.

Aumentando a polêmica, o Dortmund anunciou neste domingo que o artilheiro da Bundesliga na última temporada faltou ao treinamento do dia "por conta de um leve resfriado". Esse é mais um problema da diretoria aurinegra, que ainda tenta contornar a situação de Ousmane Dembélé.

Cria das categorias de base do time de Milão, Aubameyang saiu do clube em 2011, quando se transferiu para o Saint-Étienne. Depois de duas temporadas, o gabonês rumou para o Borussia Dortmund. O Milan nunca escondeu a vontade de tirar o atleta da Alemanha. Apesar disso, o valor pedido pelos alemães é alto: 80 milhões de euros (cerca de R$ 302 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos