Espanha e Itália fazem duelo decisivo por vaga direta na Copa do Mundo

Em duelo do tamanho dos protagonistas, Espanha e Itália jogam neste sábado, às 15h45 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, em clima de decisão. Ambas as seleções lideram o Grupo G das Eliminatórias e quem vencer dará um passo enorme para garantir uma vaga direta na Copa do Mundo de 2018.

Espanha e Itália têm 16 pontos na liderança do Grupo G, com a Fúria levando vantagem no saldo de gols: 18 a 14. Albânia e Israel têm nove, com a Macedônia com três. Liechtenstein ainda não pontuou.

Por conta da importância do jogo, as duas seleções não assumem o posto de favorita no confronto. O zagueiro Sergio Ramos elogiou a defesa da Itália, considerada uma das mais fortes do mundo. O jogador, que atuará em casa no Santiago Bernabéu, lembrou os últimos duelos entre os países.

A Itália eliminou a Fúria nas oitavas de final da Eurocopa de 2016. No entanto, foi a revanche da Azzurra, uma vez que a Espanha havia feito 4 a 0 na final de 2012.

- Pessoalmente, para mim é um jogo muito especial, mais do que os outros. Está claro que temos jogado contra grandes times, mas é verdade também que Espanha x Itália é diferente. A torcida entende, como nós da seleção também entendemos, que é um jogo muito importante, transcendental para a classificação, e o apoio e a força que os torcedores vão nos transmitir eu tenho certeza de que vai ser fundamental - disse Sergio Ramos, em entrevista coletiva.

No primeiro turno das Eliminatórias, empate em 1 a 1, em duelo realizado na Itália. O meia Iniesta afirmou que cada partida tem um significado diferente e espera muita concentração para a Espanha sair com um bom resultado do Santiago Bernabéu e praticamente garantir um lugar na Copa do Mundo.

- Nos conhecemos muito como seleção e em nível individual, mas cada jogo é distinto. Você precisa mostrar a sua melhor versão, tudo passa pela força do coletivo. Temos de estar concentrados nos 90 minutos porque a Itália, em um pequeno detalhe, consegue tirar muito proveito.

Do outro lado, o meia De Rossi quis deixar o favoritismo para o lado espanhol, mas ressaltou que a Azzurra não ficará apenas esperando o adversário.

- A Espanha é favorita, mas a Itália não será uma vítima. Vamos convencidos de que podemos realizar uma pequena façanha - assinalou o jogador da Roma.

De Rossi fez questão de eliminar qualquer comparação entre o elenco da Espanha de hoje e da Copa de 2010, quando foi campeã mundial pela primeira vez.

- Dizer que a Espanha é a favorita nunca é errado. Quem viu a Espanha jogar nesses anos se emocionou pelo menos uma vez, mas nós tivemos algumas boas atuações contra eles e isso nos dá confiança.

Sobre atuar no Santiago Bernabéu, o agora capitão da Roma foi enfático.

- Quem tem medo de jogar no Bernabéu tem medo de jogar em San Siro, no Juventus Stadium, em Manchester ou Barcelona. Acredito que nossa equipe é jovem, mas com muita personalidade - comentou De Rossi, que pediu para os companheiros entrarem com fome de vitória em campo:

- Vi muitas equipes da Itália que triunfaram. Em muitos casos, fizeram isso sem jogar partidas perfeitas, mas mostram esse caráter pelo qual quase todos nos reconhecem no mundo. Espero fazer uma grande partida nesse ponto de vista - concluiu.

Em outros dois jogos pelo Grupo G, a Albânia recebe Liechtenstein, às 13h (de Brasília), enquanto Israel encara a Macedônia às 15h.

CROÁCIA PODE ABRIR VANTAGEM

Líder do Grupo I, a Croácia recebe o lanterna Kosovo neste sábado, às 15h45 (de Brasília), pela sétima rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo. O duelo é importante para os croatas, que podem abrir vantagem na ponta. Em outras partidas da chave, a Finlândia recebe a Islândia, enquanto a Ucrânia encara a Turquia.

A rodada para Croácia e Islândia é favorável e pode fazê-las se distanciarem no Grupo I. Ambas as seleções têm 13 pontos, mas os croatas levam a melhor no saldo de gols: 9 a 3. Isso porque Turquia e Ucrânia, que somam 11, se enfrentam em Carcóvia e ainda têm boas chances de classificação. Finlândia e Kosovo têm apenas um.

PAÍS DE GALES LUTA PARA SEGUIR COM CHANCES

Em Cardiff, País de Gales encara a Áustria e somente uma vitória deixa a equipe de Bale com chances de classificação para a Copa do Mundo. Isso porque a equipe britânica está em terceiro, bem atrás dos líderes, que têm adversários menos complicados na rodada. Em outros duelos do Grupo D, a Sérvia recebe a Moldávia, enquanto a Irlanda pega a Geórgia.

Sérvia e Irlanda lideram com 12 pontos, com vantagem dos sérvios no saldo de gols: 6 a 4. País de Gales divide a terceira posição com a Áustria, com oito. Geórgia (3) e Moldávia (2) completam o grupo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos