Candidato à presidência do Cruzeiro é detido em BH por dirigir com sinais de embriaguez

Candidato à presidência do Cruzeiro, o empresário e economista Wagner Antônio Pires de Sá foi detido em flagrante neste sábado ao dirigir com sinais de embriaguez pela Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A Polícia Civil realizou a ação durante uma operação de combate a roubos e furtos de veículos, entre outros crimes de trânsito. O empresário, de 76 anos, andava em zigue-zague na Rua dos Timbiras, colocando em risco a vida de pedestres e outros motoristas, no momento da apreensão.

Após apresentar sua carteira de habilitação aos policiais, Wagner desceu do veículo com sinais óbvios de embriaguez e se negou a fazer o teste do bafômetro. Quando perguntado se havia ingerido alguma bebida alcóolica, ele disse que tomou apenas um copo de cerveja na manhã deste sábado.

O candidato à presidência do clube celeste ainda tentou justificar os movimentos perigosos na via, alegando que o carro, uma BMW de placa PWP-0804, é baixo e qualquer buraco ou desnivelamento na pista poderia danificar os pneus do veículo. Por conta disso, segundo afirmou Wagner, ele realizou pequenas manobras para desviar dos obstáculos.

Porém, apesar da justificativa que não convenceu, o empresário andava cambaleando, falando em tom alto e seu hálito não deixou dúvidas de que ele estava realmente embriagado. De acordo com o Superesportes, o veículo foi liberado para uma conhecida de Wagner logo em seguida, por estar com os documentos em dia. A ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia de Polícia Civil, no centro de Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos