Liverpool pediu R$ 744 milhões para negociar Coutinho com o Barcelona

O Barcelona bem que tentou, mas viu a janela de transferências se fechar e ficar sem Philippe Coutinho, principal nome buscado pelo clube. O Liverpool se manteve irredutível e bateu o pé, mantendo o brasileiro por, pelo menos, mais uma temporada, apesar da vontade do jogador de atuar no futebol espanhol.

Na Inglaterra, os jogadores não possuem multa rescisória e depende exclusivamente do clube para ser negociado, ao contrário de outros países como a Espanha. Desta forma, o Liverpool foi recusando as propostas enviadas pelo Barcelona e, somente no última dia da janela de transferências, definiu um preço por Coutinho: 200 milhões de euros (R$ 744 milhões).

- Ontem (sexta), depois de semanas de ofertas e conversas, o Liverpool colocou um preço no jogador, coisa que queríamos. Um preço de 200 milhões de euros e decidimos que não iríamos pagar. Não vamos colocar o clube em risco - afirmiu o diretor esportivo do Barcelona, Albert Soler.

O Barcelona recebeu quase esse valor após o PSG pagar a multa rescisória por Neymar: 222 milhões de euros (cerca de R$ 822 milhões). De acordo com a imprensa espanhola, os catalães estariam dispostos a pagar 150 milhões de euros (R$ 558 milhões).

Em meio às negociações, Coutinho ficou fora dos jogos do Liverpool neste início de temporada. Oficialmente, ele estava com dores nas costas, que o impediam de entrar em campo. Contudo, na última quinta-feira, ele jogou pela Seleção Brasileira na vitória por 2 a 0 sobre o Equador, pelas Eliminatórias para Copa do Mundo. Inclusive, fez o segundo gol da equipe de Tite.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos