Eliminatórias: Portugal segue na cola da Suíça; França tropeça em casa e Bélgica se garante na Copa do Mundo

Portugal segue na caça à Suíça no Grupo B das Eliminatórias. Fora de casa, os lusos venceram a Hungria por 1 a 0, gol de André Silva, e se mantêm na cola dos rivais na briga por uma vaga direta na Copa do Mundo.

Nos outros jogos da rodada da chave, a Suíça não teve problemas para despachar a lanterna Letônia por 3 a 0, fora de casa. Já Ilhas Faroe fez 1 a 0 em Andorra.

Com os resultados, a Suíça chega a 24 pontos e mantém os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias. Portugal tem 21, deixando a Hungria em terceiro, com 10, mas já sem chances de classificação. Ilhas Faroe (8), Andorra (4) e Letônia (3) completam a chave

Fora de casa, Portugal chamou o jogo e controlou a posse de bola durante praticamente toda a partida. Apesar do bom volume em campo, os lusos não encontravam muitos espaços para furar a defesa da Hungria. Tanto que Cristiano Ronaldo teve que sair da área e tentar de longe, para boa defesa de Gulácsi. O camisa 7 teve outro bom momento, cabeceando para fora.

A partida seguia truncada. A Hungria se defendia bem, com um ferrolho à frente da área. Vez por outra, os anfitriões chegavam ao ataque, mas sem muito perigo ao gol de Rui Patrício. Aos 30 minutos, Priskin acertou cotovelada em Pepe e foi expulso.

Os húngaros conseguiram segurar o resultado no primeiro tempo, mas com um a menos, Portugal foi ainda mais para cima na segunda etapa. Logo aos três minutos, Cristiano Ronaldo foi ao fundo e cruzou para André Silva subir mais que a defesa para estufar a rede. No lance seguinte, a defesa portuguesa quase entregou, mas Patkai mandou para fora.

Portugal controlou o jogo na reta final da partida com um a mais e passou a tocar a bola esperando o apito final do árbitro. A Hungria também não tinha forças para chegar com perigo no ataque, o que favoreceu aos visitantes saírem com a vitória.

Já a Suíça não teve problemas para despachar a Letônia. Fora de casa, a equipe venceu por 3 a 0, com gols de Seferovic, Dzemaili e Ricardo Rodríguez.

BÉLGICA SE GARANTE NA COPA DO MUNDO

A Bélgica é a primeira seleção da Europa a se classificar para a Copa do Mundo via Eliminatórias. Neste domingo, a seleção bateu a Grécia, em Pireu, por 2 a 1. Vertonghen e Lukaku marcaram, com Zeca descontando para os gregos.

Agora, a Bélgica chega a 22 pontos no Grupo G e não pode mais ser alcançada pelos rivais nas Eliminatórias. A Bósnia chegou a 14, deixando a Grécia em terceiro, com 13. Chipre (10), Estônia (8) e Gibraltar (0) fecham o grupo.

A Bélgica teve problemas para fazer valer o nome de geração de ouro contra a Grécia. Tanto que os gols saíram apenas no segundo tempo. Os anfitriões marcavam bem e preenchiam os espaços. Tanto que Vertonghen abriu o placar com um chute de fora da área, já aos 25 do segundo tempo.

Os gregos não estavam mortos e empataram logo em seguida. Zeca aproveitou cruzamento da esquerda e finalizou com precisão, sem chances para Courtois. Mas a torcida teve pouco tempo para comemorar. Lukaku, como autêntico centroavante, escorou de cabeça bola levantada da direita.

Em outro jogo da rodada, a Bósnia fez 4 a 0 em Gibraltar, longe de seus domínios, e assumiu a segunda colocação da chave. Dzeko fez dois gols, com Kodro e Lulic ampliando o marcador.

FRANÇA TROPEÇA EM CASA

A França tropeçou feio em casa e pode se complicar na busca por uma vaga direta na Copa do Mundo. Em Toulouse, os gauleses ficaram no 0 a 0 com a fraca seleção de Luxemburgo, após perderem um caminhão de gols.

O resultado mantém a França na liderança, com 17 pontos, um a mais que a Suécia. A Holanda vem em terceiro, com 13, seguida da Bulgária. Luxemburgo (5) e Bielorrússia (5) fecham a chave.

O técnico Didier Deschamps colocou Mbappé como titular ao lado de Giroud e Griezmann. A seleção tinha uma vocação para lá de ofensiva, mas esbarrou na má pontaria de seus atacantes.

A primeira grande chance desperdiçada foi com Griezmann, que perdeu gol feito após jogada de Mbappé pela esquerda. O atacante do Atlético de Madrid mandou nas nuvens. O camisa 7 teve outra bou oportunidade em seguida, mas o goleiro Joubert pegou.

Os franceses seguiam perdendo uma oportunidade atrás da outra. Griezmann acertou a trave de Luxemburgo em cobrança de falta.

No segundo tempo, a seleção de Luxemburgo se manteve atrás, dando todo o campo para a França. Mas não era dia dos anfitriões. Inúmeras chances foram desperdiçadas na etapa final. Joubert tornou-se o grande nome da partida, parando o ataque francês. E, em contra-ataque, quase que os visitantes marcaram, mas Gerson Rodrigues acertou a trave de Lloris.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos