Londrina 'renasce' no fim, vence Cruzeiro nos pênaltis e vai à final

De forma heroica, o Londrina se classificou para a final da Primeira Liga. No tempo normal, a partida foi bastante movimentada. O Cruzeiro chegou a abrir 2 a 0, mas o Tubarão buscou o empate aos 50 minutos do segundo tempo, levando a decisão para as penalidades máximas. Nos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro César, que defendeu três cobranças. Agora, o time irá encarar o Atlético-MG na decisão.

Embora tenha jogado com a equipe reserva, o Cruzeiro começou bem a partida. Aos 19 minutos, o volante Lucas Silva abriu o placa para a equipe mineira. Ele desviou uma cobrança de escanteio de Rafinha e mandou a bola para o fundo da rede.

O gol cruzeirense fez o Londrina crescer na partida. Carlos Henrique, em cobrança de falta, Rômulo, em um chute de longe, e Edson Silva, de cabeça, assustaram o goleiro Rafael.

Já no início do segundo tempo, em um rápido contra-ataque puxado por Alex, que havia entrado há pouco na vaga de Messidoro, o atacante Elber chutou a bola na trave. No rebote, Sassá não desperdiçou. 2 a 0 Cruzeiro.

Com a vantagem, o Cruzeiro passou a buscar um jogo mais tranquilo, enquanto o Londrina tentou na base da imposição diminuir o placar. O jogador mais perigoso do time paranaense era Carlos Henrique, que em pelo menos duas oportunidades exigiu boas defesas do goleiro Rafael e ainda acertou a trave, aos 34.

No meio de tanta pressão, o Londrina descontou com Alisson Safira, aos 36. Marcinho fez boa jogada e cruzou na medida para ele mandar para o fundo da rede, de cabeça.

O gol incendiou a partida e o Londrina foi com tudo para cima. Germano acertou o travessão e Artur perdeu uma ótima chance de empatar o duelo nos minutos finais.

E o empate veio no último lance do jogo. Aos 50, Safira foi derrubado dentro da área. Na cobrança, Germano cobrou e marcou. 2 a 2, resultado que levou a decisão para os pênaltis.

Nas penalidades, o goleiro César defendeu as cobranças de Lucas Silva, Arthur e Alex. Embora Marcinho e Artur tenham perdido pelo Londrina, Germano, Ayrton e Dirceu garantiram a vitória por 3 a 1.

Agora, o Londrina enfrenta o Atlético-MG na final da Primeira Liga em outubro. Já o Cruzeiro foca na decisão da Copa do Brasil, contra o Flamengo - a primeira partida, no Maracanã, será na próxima quinta-feira, e na sequência do Campeonato Brasileiro.

LONDRINA 2 (3) X (1) 2 CRUZEIRO

Data: 3 de setembro de 2017

Local e horário: Estádio do Café, em Londrina, às 11h

Público: 15.420 pagantes / 17.061 total / R$ 150.183,00.

Gols: Lucas Silva, 19'1ºT (0-1); Sassá, 08'2ºT (0-2); Alisson Safira, 36'2ºT (1-2) e Germano, 50'2ºT (2-2).

Cartões amarelos: Germano (LEC)/ Lucas Silva (CRU)

Cartões vermelhor: -

LONDRINA: César; Reginaldo, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Jardel (Marcinho, 31'2T), Germano e Rômulo (Patrick Vieira, intervalo); Celsinho (Alisson Safira, 51'2T), Carlos Henrique e Artur. Técnico: Cláudio Tencatti.

CRUZEIRO: Rafael; Lennon, Digão,Arthur e Brayan; Lucas Silva, Nonoca, Rafinha, Elber (Nickson, 35'2T) e Messidoro (Alex, 07'2T); Sassá (Vander, 45'2T). Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos