Peu agradece confiança de Abel e se diz confortável para atuar pelo lado

A eliminação na Primeira Liga pouco abalou a equipe do Fluminense, que agora terá tempo de sobra para focar no Brasileirão. Bom para o atacante Peu, que busca, aos poucos, seu espaço no time de Abel. Para ele, o período sem jogos pode ser importante para corrigir os erros cometidos no mês passado.

- Vamos arrumar algumas coisas que a gente tem que melhorar, focar nas coisas certas, ver o que a gente está errando e poder arrumar para estar bem na continuação do Brasileiro - comentou o atacante em coletiva no CT do Flu.

Peu ainda não balançou as redes pelo Fluminense nos sete jogos em que participou, mas tem ganhado pontos com o treinador. Mesmo com a derrota no clássico contra o Vasco, Abel elogiou a participação do camisa 27, que chegou com o status de artilheiro da Eslováquia pelo STK Flu Samorin.

A mobilidade e polivalência no ataque são bons trunfos para ser uma das primeiras opções ofensivas do elenco, especialmente após a venda de Richarlison para o Watford, da Inglaterra, no mês de agosto.

- Na base eu sempre joguei pelos lados e de dois anos para cá, comecei a jogar mais de centroavante. Foi onde comecei a ir muito bem, mas fico feliz do Abel estar me colocando na posição do Richarlison. Ele confia em mim, sabe que tenho potencial e vou fazer da melhor forma para ajudar o Fluminense.

O nome do atacante Peu, até pouco tempo, era desconhecido pela grande maioria da torcida tricolor. O jogador é mais um do elenco formado em de Xerém que teve a primeira oportunidade neste ano. Mas se engana quem pensa que é mais um garoto recém-promovido do time sub-20.

Dos 24 atletas revelados na divisão de base tricolor do atual elenco, Peu é o terceiro mais velho: 24 anos. É da mesma geração de Wellington e Marcos Júnior, que nasceram meses antes mas estrearam nos profissionais em 2010 e 2012, respectivamente. Para o camisa 27, o caminho foi mais longo.

Em 2015, já com 22 anos e ainda chamado pelo nome Peterson, conquistou o Brasileirão sub-20 ao lado de Pedro, Douglas, Léo e outros. O jogador foi inscrito como um dos três jogadores sub-23, permitidos no regulamento da época. Mesmo assim, não foi integrado ao elenco profissional em seguida.

Depois de passar por quatro empréstimos, Peu teve a chance de, enfim, estrear profissionalmente pelo Flu com Abel Braga no segundo semestre deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos