Paulinho comemora braçadeira e espera jogo truncado com a Colômbia

O Brasil terá uma novidade na partida contra a Colômbia, nesta terça-feira, fora de casa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A braçadeira de capitão, que esteve com Marcelo na partida contra o Equador, na última quinta, estará desta vez com o volante Paulinho. O jogador, que recentemente foi contratado pelo Barcelona e vive grande fase na seleção - Paulinho já tem quatro gols nessas Eliminatórias, três contra o Uruguai e um contra o Equador - se disse honrado por receber a responsabilidade de capitão da equipe.

- É gratificante ser capitão, depois de todo um trabalho que vem sendo feito, de bons jogos pela Seleção. É claro que não muda nada, vou continuar sendo o mesmo jogador, e todos aqui têm confiança e capacidade de fazer um bom trabalho na equipe. Independentemente de quem vai jogar, tem nossa confiança - afirmou o volante.

Sobre a partida contra a Colômbia, Paulinho disse que não há preocupação a respeito de possíveis entradas mais duras por parte dos colombianos. O jogador afirmou que apesar da pressão que virá das arquibancadas ser grande, que a equipe tem que esquecer e jogar futebol.

- Não existe preocupação, todos os jogos contra a Colômbia são truncados, sabemos que precisamos de paciência, muita concentração e tranquilidade. Sabemos da dificuldade aqui com clima e torcida. Temos que fazer nosso trabalho muito bem feito, focado, e esquecermos as outras coisas - completou.

A respeito de seu momento "artilheiro" na seleção, Paulinho desconversou e afirmou que o que tem feito é simplesmente aproveitar as oportunidades.

- Não é artilheiro, eu procuro aproveitar as oportunidades na seleção brasileira, como nos clubes em que passei, agora chegando ao Barcelona. A gente brinca que às vezes a bola sobra e temos que estar ali.

Por fim, Paulinho disse que é preciso aproveitar o bom momento da seleção para continuar conseguindo os resultados, mas sempre com os pés no chão.

- A gente não se preocupa com outras coisas, a não ser nosso trabalho. Temos que fazê-lo muito bem feito, esquecer todas essas coisas que falam por fora, focar dentro de campo e sair com um bom resultado. Aproveitar esse momento de confiança que existe na Seleção. Quando estamos com a confiança que estamos porque construímos, temos que dar sequência, mas com pés no chão - finalizou o jogador.

Colômbia e Brasil se enfrentam nesta terça-feira, às 17h30, no Estádio Metropolitano, em Barranquilla. Depois, a seleção só vola a campo no dia 5 de outubro, também fora de casa, contra a Bolívia. O Brasil já está classificado para a Copa do Mundo da Rússia de 2018, ocupando a primeira posição na tabela das Eliminatórias, com 36 pontos em 15 partidas disputadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos