Classificação com folga? Nem sempre foi assim para o Brasil nas Eliminatórias

A Seleção Brasileira nem sempre teve essa vida tranquila em Eliminatórias. Faltando três rodadas para o fim da competição na América do Sul, o time canarinho já está garantido na Rússia e o técnico Tite vai poder fazer testes nesta terça-feira, diante da Colômbia, fora de casa. O LANCE!, porém, mostra que em algumas ocasiões a vaga foi conquistada de forma suada.

A primeira vez que o Brasil disputou as Eliminatórias no sistema de pontos corridos, todos contra todos, foi quando lutou por uma vaga para a Copa do Mundo de 2002 e um drama tomou conta do time brasileiro. Só para se ter uma ideia, a Seleção Brasileira foi dirigida por quatro treinadores diferentes. Começou com Vanderlei Luxemburgo, que foi demitido depois da eliminação para Camarões nos Jogos Olímpicos de 2000. Seu auxiliar, Candinho, dirigiu o time em um jogo.

Após a queda de Vanderlei, Leão assumiu para uma passagem bem rápida. Foi demitido após perder a Copa das Confederações de 2003, quando teve a promessa do então presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que o torneio não seria levado em consideração, pois ele não pôde convocar os principais jogadores. Até hoje o ex-goleiro não suporta o dirigente pela traição.

A saída de Leão abriu espaço para Luiz Felipe Scolari assumir o posto e classificar o Brasil apenas na última rodada, com um triunfo por 3 a 0 sobre a Venezuela. Luizão foi o destaque marcando dois gols e Rivaldo completou o marcador. O Brasil seria pentacampeão em terras asiáticas.

Apesar de ter erguido a taça, o Brasil teve que disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. A campanha foi menos sofrida do que à anterior e o time dirigido por Carlos Alberto Parreira definiu a vaga na antepenúltima rodada, com uma goleada de 5 a 0 sobre o Chile e show de Adriano Imperador, que anotou três vezes. Juan e Robinho completaram o marcador. Em terras alemãs o Brasil caiu diante da França nas quartas de final.

Como já estava classificado por ser a sede de 2014, a última vez que o Brasil jogou as Eliminatórias foi para conseguir uma vaga no Mundial de 2010, na África do Sul. Dunga foi o comandante eo Brasil dessa vez se garantiu com grande tranquilidade.

Nesta edição a vaga veio com três rodadas de antecipação e em grande estilo. Os canarinhos derrotaram a Argentina, então dirigida por Diego Maradona, por 3 a 1. Luis Fabiano brilhou e marcou duas vezes, depois que o zagueiro Luisão abriu o marcador. Dátolo descontou para os Hermanos, que penaram até a última rodada para garantir a vaga. No Mundial de 2010, o Brasil foi eliminado pela Holanda nas quartas de final. E o que será do time de Tite em terras russas?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos