Disciplinado e fortalecido após pausa, Gabriel vê Timão pronto para títulos

Presente em 50 das 53 partidas do Corinthians nesta temporada, o volante Gabriel foi poupado de dois treinamentos na semana anterior à partida contra o Santos, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do susto, ele voltou aos trabalhos normais nesta quinta-feira e ainda concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava para explicar que estava realmente sentindo desgaste físico, mas após a pausa para as Eliminatórias se sente inteiro novamente.

- Essa semana para mim foi maravilhosa, vinha sentindo desgaste muscular e cansaço devido a muitos jogos. Fiquei dois dias na parte interna fazendo reforço e fortalecimento para aguentar a maratona que vem pela frente, de jogos muito importantes. Estou me sentindo bem, zerado fisicamente e muscular também, então agora é focar nessa sequência - explicou o volante.

A "maratona que vem pela frente" diz respeito às partidas em meio e fim de semana que o Corinthians terá nas próximas semanas, quando encara clássicos contra Santos e São Paulo e também os compromissos das oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Racing (ARG). De acordo com Gabriel, o Timão tem condições de brigar por título na competição continental e ainda manter a vantagem e sacramentar o heptacampeonato brasileiro.

- Nosso objetivo são esses dois campeonatos, temos grupo para isso, padrão tático para isso e gana de vencer. Sempre entramos para ser campeões, foi assim no Paulista, mas infelizmente não conseguimos na Copa do Brasil, então agora é focar no Brasileiro e na Sul-Americana - conta o camisa 5, que vê o Corinthians forte em jogos de maior dimensão nas duas competições.

- Acredito que crescemos nessas partidas, até pela camisa, pela imposição que temos de jogar esses jogos teoricamente decisivos. São jogos que o jogador que tem vontade de vencer e personalidade gosta de jogar. Temos de sobra isso, não só titulares, mas suplentes, têm gana, essa personalidade de jogar. O nível de treinos é sempre alto, isso aumenta a intensidade da equipe. Esses jogos grandes são bons de jogar e acredito que a equipe se sairá bem.

No caso de Gabriel, a intensidade exibida em campo não tem se revertido em muitas faltas. Apesar da fama de jogador violento, o jogador exibe novas características no Corinthians e já não recebe um cartão amarelo há 76 dias. Em matéria recente, o LANCE! explicou os motivos da fase disciplinada do volante, que celebrou o feito.

- Bate-papo com Carille e comissão, vídeos, posicionamento em campo sem marcação individual correndo atrás do adversário, o que facilita meu trabalho de cortar linhas de passe. Facilita muito o trabalho para não chegar atrasado e tomar o cartão. Não sei quantas partidas não tomo cartão, mas não me preocupa, não vou baixar intensidade por isso. Essa fase sem tomar cartão me alegra, porque sempre quero estar em campo - diz Gabriel.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos