Borja é liberado de treinos no Palmeiras para visitar a família na Colômbia

  • Marcello Fim/Raw Image/Estadão Conteúdo

Borja ainda não se reapresentou ao Palmeiras depois de estar com a Colômbia para a disputa das Eliminatórias. O atacante foi liberado pelo clube para passar mais alguns dias em seu país e foi visitar a família no município de Tierralta, em Córdoba, sua cidade natal. Como o elenco viaja nesta sexta para enfrentar o Atlético-MG, sábado, o centroavante deve ser desfalque. Segundo pessoas próximas a ele, a reapresentação deve ocorrer depois da partida.

Esta folga prolongada não significa a saída do atacante do Verdão, até porque a maioria das janelas de transferências já fecharam - resta a da Turquia aberta, por exemplo, mas apenas até sexta. Porto (POR) e Levante (ESP) foram clubes que demonstraram interesse no camisa 9, mas o clube não quis abrir negociação.

Assim como tem acontecido no Palmeiras, o centroavante foi reserva da Colômbia nos jogos contra Venezuela e Brasil. Ele não saiu do banco de reservas em nenhuma das partidas pelas Eliminatórias. Como o confronto com o time de Tite foi em Baranquilla, a diretoria e Cuca autorizaram o jogador a alongar por mais alguns dias a estadia no seu país.

Com 32 partidas pelo Palmeiras, o camisa 9 foi titular em 17 e fez apenas sete jogos completos. Com sete gols, convive com um jejum de mais de dois meses, ou 12 jogos. No Verdão, é o reserva de Deyverson.

Contratado por quase R$ 35 milhões graças ao aporte de Crefisa, o camisa 9 assinou por cinco anos. Com rendimento bem abaixo do que esperava após brilhar no título do Atlético Nacional (COL) na Libertadores, ele está chateado pela atual fase, mas ainda tem fé de que conseguirá revertê-la. O Verdão, diante desse cenário, tem tentado ajudá-lo a se adaptar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos