Linhas sincronizadas e novas peças: testes de Dorival na pausa do BR-17

Foram seis dias de treino abertos para a imprensa até que, a partir desta quinta-feira, Dorival Júnior começa a trabalhar o São Paulo sem a presença dos jornalistas no CT da Barra Funda. Mas já é possível prever como deve ser o time que enfrentará a Ponte Preta, neste sábado, no Morumbi, e o que o técnico ganhou nesse período de parada do Campeonato Brasileiro.

A equipe não entra em campo desde a derrota por 4 a 2 para o Palmeiras, no dia 27 de agosto, e volta a jogar estando na penúltima colocação do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, e com a péssima estatística de ter ficado na zona de rebaixamento em dez das 22 rodadas já disputadas. Pensando nisso, o técnico aproveitou o tempo livre para testar mudanças.

Até agora, a imprensa só não pôde acompanhar o jogo-treino contra o Black Gold Oil, dos EUA, na manhã de sábado, quando Dorival usou um time predominantemente de reservas e venceu por 6 a 1. Para a partida contra a Macaca, ele não contará com Arboleda, suspenso, e deve colocar Cueva, em má fase, no banco. Mas, apesar de estar convicto no uso do 4-1-4-1, trabalhou pensando em outros tipos de variações para fazer a equipe deslanchar.

Confira todos os testes realizados por Dorival Júnior diante da imprensa desde a semana passada:

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos