'Cascudo' e impecável fora de casa: como Corinthians chega ao clássico

O Corinthians chega à partida deste domingo, contra o Santos, em seu momento de maior instabilidade da temporada. Depois de consolidar a melhor campanha da história de um turno do Campeonato Brasileiro na primeira metade da disputa, o time de Fábio Carille perdeu dois em três jogos do segundo turno e volta a jogar na Vila Belmiro após duas semanas de pausa em razão das Eliminatórias da Copa do Mundo. É a chance ideal para retomar padrões que são marcantes na campanha: o gosto por jogos grandes e o desempenho impecável nas partidas como visitante nesta competição.

Até agora, o Timão jogou dez vezes fora de casa e venceu oito (Vitória, Atlético-GO, Vasco, Grêmio, Palmeiras, Fluminense, Atlético-MG e Chapecoense), além de dois empates (Coritiba e Avaí). O aproveitamento é impressionante: 87% dos pontos, com 15 gols marcados e apenas três sofridos. É disparado o melhor desempenho como visitante no Brasileirão, agora à espera do embate contra o Santos. Por curiosidade, o time da Vila Belmiro é pior em casa do que o Timão fora, pois soma aproveitamento de 69% dos pontos conquistados.

Além do desempenho fora de casa, outra peculiaridade da campanha corintiana está nos jogos de alta rivalidade. Foram quatro, para sintetizar: 2 a 0 no Santos, 3 a 2 contra o São Paulo e 2 a 0 diante do Palmeiras, além do inesquecível 1 a 0 diante do Grêmio que permite a longa distância de sete pontos na liderança do Brasileiro. Em jogos "grandes", o Timão sabe o que faz.

- Normalmente quando você joga com uma equipe de cima provavelmente é jogo de igual para igual, e quando pega time de faixa intermediária ou para baixo vem fechada, não propondo jogo. Então sua margem de erro é maior, você tem que arriscar mais, criar, porque destruir é mais fácil que construir - diz o lateral-direito Fagner, sobre a preferência do Corinthians por partidas intensas, poucas semanas após as derrotas contra Vitória e Atlético-GO.

É fora de casa ou então contra rivais fortes, que também buscam o ataque, que o Corinthians exibe algumas de suas melhores alternativas de jogo, como a organização e compactação defensivas, as saídas definidas em forma de triangulações, principalmente pelo lado, e a infiltração de jogadores para receberem passes em profundidade.

Neste domingo, às 16h, o Corinthians terá pela frente o Santos (um rival, ou seja, "jogo grande"), na Vila Belmiro (como visitante). Lembra da história de "chance ideal"?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos