Vitória do Corinthians na Vila irá tirar Santos da briga, anuncia Carille

Fábio Carille quer tirar mais um adversário do caminho na busca pelo heptacampeonato brasileiro do Corinthians. Hoje 12 pontos à frente do Santos, o comandante do Timão acredita que uma vitória na Vila Belmiro, neste domingo, impossibilita a reação rival restando apenas 15 rodadas para o fim do torneio. A ideia do treinador é fechar a 23ª rodada do Brasileirão com a distância de sete pontos para o Grêmio, atual vice, pelo menos mantida.

- Não adianta pensar nos adversários, tenho que fazer minha parte. Se a gente ganhar e abrir 15 pontos do Santos é muito difícil tirar. Se empatar continua com 12 pontos, não é impossível tirar, mas é muito complicado. Você ganhando praticamente elimina um adversário faltando 15 rodadas para o fim, só com o Grêmio próximo de nós - diz Carille, que espera uma partida em que o Santos demonstre ofensividade.

- Se o Santos pensa em algo no Brasileiro será importante ter vitória contra nós, terá que sair mais. Não sei quem vai jogar, mas estamos nos preparando sem saber como o Santos virá. Conseguimos vitórias importantes fora de casa, mas para querer título de Brasileiro temos que ser melhores ainda. Vejo (jogo propositivo) como característica do Santos, sempre foi assim. Como o Corinthians tem sua característica, os outros têm também, no caso o Santos é de ter volume na Vila Belmiro.

Depois de alcançar o melhor turno da história do Campeonato Brasileiro com o recorde de 47 pontos, o Corinthians iniciou a segunda metade da competição oscilando: foram duas derrotas em três compromissos. A única vitória do segundo turno, curiosamente, foi fora de casa, onde o desempenho corintiano é impressionante. Até agora, foram oito vitórias e dois empates em dez partidas como visitante na competição. Os números dão confiança ao comandante.

- Eu acho que só tomamos gol contra o Vasco fora de casa no Brasileiro. Estou muito confiante sempre, só o jogo do Vitória saiu da linha, não fizemos um bom jogo. Saí satisfeito com o rendimento, chateado pelo resultado, mas feliz pelo desempenho. Falando desse segundo turno fizemos três pontos em três jogos e o Grêmio fez quatro. É um campeonato difícil, mas o time sabe ser pressionado e se comportar fora de casa - disse o treinador, que ainda brincou quando questionado sobre qual manchete quer nos jornais de segunda-feira.

- Grande vitória, manter sete pontos ou aumentar, seguir firme na frente. Esse é meu sonho e de qualquer técnico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos