Lucas Lima sobra, e Santos põe fogo no Brasileirão : 2 a 0 no Corinthians

Vanderlei e Cássio bem que tentaram roubar a cena, mas o nome do clássico entre Santos e Corinthians na tarde deste domingo foi Lucas Lima. Com a 10 do Peixe às costas, o meia foi maestro e decidiu a partida em dois lances: gol após passe de Bruno Henrique e toque de precisão que antecedeu a assistência para o gol de Ricardo Oliveira, já no fim. No duelo entre líder e terceiro colocado na Vila Belmiro, 2 a 0 e vantagem para a ponta diminuída.

O início do clássico já mostrou que a disputa seria em alto nível. Antes dos dez minutos, uma sequência de lances impressionante: Renato recebeu de Bruno Henrique e bateu de fora da área para defesa de Cássio com as pontas dos dedos. O Santos teve um, dois, três escanteios até Lucas Lima colocar na cabeça de Ricardo Oliveira, que finalizou para defesa brilhante do goleiro da Seleção. E quem dissse que acabou? Na sequência do lance, Alison tentou um drible no campo de ataque, foi desarmado e viu um contra-ataque veloz do Corinthians puxado por Gabriel terminar nas mãos de Vanderlei. Ufa!

Depois das grandes chances, o duelo na Vila Belmiro ficou mais tático. O Corinthians deixou Lucas Lima mais solto, respeitando as funções de seu esquema, e o meia santista começou a ser peça perigosa na criação de jogadas. De outro lado, os criadores do time visitante sofreram com a marcação firme e a tarde pouco inspirada. Ainda no primeiro tempo, um show de cartões amarelos e jogadas bruscas dos dois lados. Ficou assim até o futebol reaparecer...

Aos 43 minutos, na melhor chance da partida até aquele momento, Zeca armou o contra-ataque e serviu Bruno henrique, que fez o cruzamento rasteiro para Ricardo Oliveira. Sem marcação porque Balbuena havia saído da área para dar o bote, o santista bateu e viu Cássio fazer boa defesa. Duas boas chances santistas e duas boas defesas de Cássio. Um Corinthians com pouco volume ofensivo e alguma dificuldade para marcar contra um Santos disposto fisicamente e forte nas jogadas trabalhadas.

Inferior no primeiro tempo, o Corinthians voltou mais ativo na etapa complementar. Romero teve ótima chance no meio da área, mas Vanderlei defendeu. Foi a senha para o Santos se soltar novamente. Aos 12, Bruno Henrique disparou pela esquerda do ataque, deixou Fagner pelo caminho e cruzou para Ricardo Oliveira. Pablo tentou o corte, mas a sobra ficou nos pés de Lucas Lima, que bateu alto e sem defesa. Gol do melhor do Santos.

O jogo ficou aberto depois do gol. Ricardo Oliveira teve um gol anulado após receber lançamento de Thiago Ribeiro e bater na saída de Cássio - a auxiliar Tatiane Barros só levantou a bandeira depois da finalização. O Corinthians também foi atrás do prejuízo e teve chances com Romero e Jô, mas nada feito.

No finzinho, novamente Lucas Lima apareceu para fazer bonito. Após desarme no meio, o camisa 10 fez lindo lançamento para Bruno Henrique, que recebeu em posição legal, avançou livre e serviu Ricardo Oliveira. Deu Peixe!

O Santos avança a 41 pontos e abre quatro do Palmeiras, que é o quarto colocado, apenas dois atrás do Grêmio, vice-líder. O Corinthians segue com 50 pontos, com sete de distância dos gaúchos e nove do Peixe. O Brasileirão esquentou outra vez!

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 CORINTHIANS

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)

Data-Hora: 10/9/2017 - 16h

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)

Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)

Público/renda: 12.567 pagantes/R$ 649.350,00

Cartões amarelos: Lucas Lima, Victor Ferraz e Lucas Veríssimo (SAN), Fagner, Clayson, Marciel, Romero e Gabriel (COR)

Cartões vermelhos: -

Gols: Lucas Lima (12'/2ºT) (1-0), Ricardo Oliveira (47'/2ºT) (2-0),

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique (Luiz Felipe, 24'/1ºT) e Zeca; Renato, Alison (Leandro Donizete, aos 29'/2ºT) e Lucas Lima; Copete (Thiago Ribeiro, no intervalo), Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel (Giovanni Augusto, aos 38'/2ºT); Gabriel (Camacho, aos 20'/2ºT) e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero (Clayson, aos 32'/2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos