Cássio vê cobranças no Corinthians e diz que perder taça seria frustrante

  • Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians acendeu o sinal de alerta após três derrotas em seus quatro últimos jogos do Campeonato Brasileiro, sendo a segunda consecutiva - marca inédita na campanha, que vinha sendo histórica em 2017. Apesar da manutenção de sete pontos de vantagem em relação ao Grêmio e do fato de o Santos ainda estar nove pontos atrás, o goleiro Cássio admite que houve cobranças internas após os 2 a 0 sofridos na Vila Belmiro.

- Duas derrotas não podemos encarar como bicho papão, porque o grupo é bom, o ambiente é bom e já nos cobramos, conversamos, foi uma situação triste, porque poderíamos abrir pontos do terceiro e do segundo. Mas logo que acabou o jogo nós jogadores sentamos, conversamos que tínhamos que evoluir. Não podemos ter dúvidas sobre nosso potencial, então é ter muito empenho, dedicação e trabalho. Não começamos bem o segundo turno, mas o campeonato o que conta é o geral. Precisamos absorver tudo e resolver o que não está dando certo - disse o camisa 12, que foi questionado sobre uma possível frustração em caso de perda de título ao fim do Brasileiro.

- Acredito que sim. A gente tem que carregar essa pressão de liderar, de ter feito uma temporada muito boa no primeiro turno. Em nenhum momento estávamos falando em obrigação de ganhar título, sempre foi jogo a jogo. Lógico que na situação que foi e pelo que foi falado, se não ganhar para muitos será uma frustração muito grande. Mas não temos que pensar nisso e sim nos próximos jogos, voltando a vencer para seguir nosso caminho.

O Corinthians alcançou o melhor turno da história do Campeonato Brasileiro na primeira metade desta edição, ao somar 47 pontos. Na sequência, entretanto, venceu apenas a Chapecoense e foi derrotado por Vitória, Atlético-GO e Santos. Para tentar reverter a má fase, o torneio nacional dá uma pausa neste meio de semana, quando o desafio será pela Copa Sul-Americana, contra o Racing (ARG). Segundo Cássio, é a chance de retomar o caminho.

- É a primeira vez que perdemos duas vezes no ano. É uma situação diferente, mas com vitória tudo fica para trás. Quando estávamos ganhando não nos iludimos e vivendo em cima dos resultados. Na derrota também, passou. Tem que ter personalidade, sabedoria e boa preparação para o jogo de quarta-feira. O Racing é uma equipe de tradição, respeito, que vem disputando todos os campeonatos, contratando jogadores e com times consistentes. Vamos começar a receber a partir de hoje os lances do Racing. Vai ser um grande jogo. Por vir de duas derrotas pode ter uma pressãozinha a mais, mas temos que estar concentrados e focados no nosso objetivo de sair vitorioso e se possível sem tomar gol em casa. Um grande confronto, esperamos triunfar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos