Presidente da Liga Espanhola quer ir ao TAS se a Uefa não punir o PSG

Javier Tebas, presidente da Liga Espanhola, continua atacando o Paris Saint-Germain por suas contratações na última janela de transferências. Em declaração do "L'Equipe", o cartola se mostrou disposto a acionar o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e a União Europeia caso a UEFA não tome medidas contra o clube francês.

- Pedimos que o PSG respeite o Fair Play Financeiro. Não o fazem porque sua receita comercial não corresponde com o seu valor de mercado - disse o presidente da La Liga, que ainda revelou ter tido uma reunião com o mandatário do PSG, Nasser Al-Khelaifi, em março.

Tebas ainda alegou que quer ver o time parisiense "sancionado de forma apropriada". Além disso, disse que, se provado que eles seguem as regras do fair play, ele levará o caso para o tribunal. O executivo ainda disse que analisou as contas do Paris e do Manchester City, e constatou que, nas últimas cinco temporadas, as receitas "superam as de marcas como Manchester United e Real Madrid".

- A única coisa que queremos é um mercado com competição e com normas econômicas. Se continuarmos assim, a indústria do futebol não poderá ser mantida em muitos países. Não fazemos isso para fazer barulho e sim para resolver problemas - disse Tebas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos