Rodrigo Caio e Cueva têm conversa particular em dia de reuniões no CT

A segunda-feira no São Paulo foi de reapresentação e lavagem de roupa suja. Antes do treino desta tarde, o meia Cueva e o zagueiro Rodrigo Caio tiveram uma conversa em particular no CT da Barra Funda por cerca de meia hora. O motivo do papo foi a polêmica entre os dois na semana passada. Após ser cobrado por Rodrigo em entrevista coletiva, Cueva alfinetou o companheiro após o empate contra a Ponte Preta no último sábado, se recusando a falar com os jornalistas e dizendo que o zagueiro faria isso. Nesta segunda, tentaram aparar as arestas.

E as reuniões não pararam por aí. Depois da conversa em particular, todo o elenco se reuniu com o diretor executivo Vinicius Pinotti para debater os problemas do futebol. O São Paulo não vence há três jogos no Campeonato Brasileiro, em que se encontra na zona do rebaixamento com 24 pontos, na 19ª colocação. Depois da conversa com o dirigente, o elenco ainda se fechou sozinho a portas fechadas para discutir entre eles.

Também nesta segunda-feira a presença de cartolas do tricolor foi acima do que de costume no CT. Além do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, Elias Albarello, diretor executivo financeiro, e Rodrigo Gaspar, diretor executivo de administração, estiveram no local para prestar apoio ao mandatário.

O novo tropeço no Brasileiro, seguido da polêmica, fez aumentar ainda mais a pressão sobre a diretoria, e pela contratação de um coordenador técnico para auxiliar Dorival Júnior no dia a dia. O nome de Muricy Ramalho, atual comentarista do SporTV, é o mais comentado. Nesta terça, o Conselho de Administração do clube volta a se reunir e o assunto deve ser debatido.

Por conta das reuniões, o treino desta segunda-feira atrasou em mais de uma hora. Estava marcado para às 15h30.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos