Eutrópio dá adeus à Chapecoense elogiado pelo presidente Maninho

Após anunciar a demissão do técnico Vinícius Eutrópio, o presidente da Chapecoense Plínio David de Nês, concedeu uma entrevista coletiva nesta terça-feira, ao lado do ex-treinador. No pronunciamento, o mandatário elogiou o trabalho de Eutrópio, justificando que a demissão ocorreu por conta dos números, já que a Chape foi derrotada nas últimas três rodadas do Brasileirão, mas admitiu que a decisão da diretoria foi equivocada.

- O Vinicius continua sendo meu amigo e meu filho, a quem sempre terei um carinho enorme, por sua grandiosidade, por seu espírito, por sua qualidade como pessoa humana, de entendimento das coisas. Um homem que ao longo de sua vida, de sua trajetória profissional, nunca deixou dúvida com relação ao seu trabalho e a sua vontade de vencer. Infelizmente os números chegaram aqui, com uma conclusão quem sabe, de nossa parte, equivocada, isso só o futuro dirá - declarou o presidente Maninho.

Em seguida, Vinícius Eutrópio agradeceu a confiança do clube em seu trabalho, exaltando também a atuação dos jogadores, que se esforçaram para fazer o time subir na tabela. O profissional ainda fez questão de afirmar que a Chape não será rebaixada, mostrando que deixa o clube pela porta da frente, sem ressentimento.

- Agradeço sempre o convite e a confiança que a Chapecoense depositou em mim. Tudo que precisava ser feito dentro do processo está sendo feito. Os jogadores deram a resposta, infelizmente o resultado de jogo acabou não acontecendo. Mas o time está jogando bola, enfrentando grandes clubes de igual para igual, com chance de ganhar, não é uma equipe que só defende e ganha no sufoco. Tenho certeza que Chapecoense não cai, porque o processo está sendo correto e quando faz certo as coisas dão certo - disse Eutrópio.

No comando da Chapecoense, o treinador conquistou apenas quatro vitórias, dois empates e o surpreendente número de 11 derrotas em 17 jogos, disputados entre Campeonato Brasileiro, Sul-Americana e amistosos.

Eutrópio deixa o Índio Condá na 18ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 25 pontos, brigando para se manter na Série A. Pela competição, a equipe viaja à Porto Alegre, onde enfrenta o Grêmio às 16h do próximo domingo.

Antes do confronto pela permanência, a Chape mira no Flamengo, equipe que enfrenta na noite desta quarta-feira, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na partida, quem assume o comando da equipe é o auxiliar Emerson Cris.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos