Verdão oficializa na CBF reclamação contra o árbitro Leandro Vuaden

O Palmeiras protocolou nesta terça-feira a reclamação na CBF contra o árbitro Leandro Vuaden. O clube enviou, por meio da Federação Paulista de Futebol, um relatório e vídeos do empate com o Atlético-MG, sábado, no Independência.

A diretoria ficou incomodada com a atuação "absolutamente descompensada" do juiz, que deu três pênaltis, dois contra o Verdão, e cartões vermelhos a dois palmeirenses. Maurício Galiotte reclamou de outra penalidade não marcada, após chute de Willian, além da não-expulsão de Valdívia.

- Estava 0 a 0 e tivemos uma bola na mão dentro da área, pênalti para o Palmeiras. Ele não marcou. Aí marcou contra o Palmeiras. Muito bem. Tomamos o gol, e o Fred, que já tinha cartão amarelo, pegou a bola e jogou longe. Se é para ser rigoroso, tem de expulsar o Fred. Ou seja, rigoroso com o Palmeiras e benevolente com o time da casa. Ainda teve uma invasão do Fred na penalidade. Expulsou o Willian em uma entrada violenta (do Valdívia), ele sofreu um coice na perna, e expulsou o jogador do Palmeiras. Se é para ser rigoroso, expulsa os dois. Na nossa avaliação faltou equilíbrio ao árbitro e ele foi extremamente benevolente com o time da casa e extremamente rigoroso contra o Palmeiras - reclamou Maurício Galiotte, no sábado.

Das duas penalidades contra o Verdão, Fernando Prass defendeu uma, de Fred, enquanto Fábio Santos converteu a outra. Luan e Willian, expulsos, terão de cumprir suspensão automática na partida da próxima segunda-feira, contra o Coritiba, no Pacaembu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos