Derrota para o Real influenciou em vitória do Barça contra Juve; entenda

Do UOL, em São Paulo

  • Francisco Seco/AP

As duas derrotas do Real Madrid nas finais da Supercopa, em agosto, logo após a saída de Neymar, pareciam ser um balde de água fria nos planos do Barcelona para a temporada. No entanto, logo na estreia da Liga dos Campeões, a equipe catalã mostrou que segue forte ao vencer por 3 a 0 a Juventus, atual vice-campeã. Além disso, o time de Messi, Suárez e agora Dembelé lidera o campeonato espanhol com três vitórias em três partidas.

Para Ivan Rakitic, a queda para o maior rival no mês passado foi por detalhes e não enfraqueceu o Barça. Pelo contrário: deu forças para iniciar a temporada com o pé direito.

"Não aconteceu nada de concreto. O que acontece é que contra o Real Madrid mandaram os pequenos detalhes, sobretudo no jogo de ida. O que temos que fazer é estar unidos em campo. Perder a Supercopa serviu para nos juntar e começar bem a La Liga e Liga dos Campeões", afirmou o meia croata.

Se o time fracassou na última temporada, sob o comando de Luis Enrique, agora tem a chance de se redimir com a torcida. O bom início de Ernesto Valverde empolga Rakitic, que reconquistou espaço entre os titulares. O meia, porém, foge de polêmicas sobre o antigo comandante.

"Cada treinador tem um pouco as suas ideias. Em geral, vejo que Valverde tem confiança em mim. Me sinto confortável, me sinto muito bem. A pressão na frente funciona. Me alegro que as pessoas me vejam bem, espero seguir na linha", finalizou o jogador.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos