Tite compara Arthur a Gabriel Jesus para justificar convocação à Seleção

Um dos destaques do Grêmio na atual temporada, o meio-campista Arthur, de 21 anos, foi uma das surpresas de Tite na lista de convocados para os jogos contra Bolívia e Chile, pelas Eliminatórias. Para justificar a falta de "inibição" para chamar o jovem jogador, Tite citou o exemplo de Gabriel Jesus, que estreou com personalidade, fazendo gol e não largou mais a titularidade da Seleção.

A atuação contra o Botafogo, pelas quartas de final da Libertadores, foi a cereja do bolo para justificar o chamado a Arthur.

- Quando fui para o jogo, peguei e abri as janelas todas para ver o clima. O futebol é aquilo que a gente vê e sente, o lado da emoção, o peso, a grandeza do jogo. Você consegue dimensionar. Um garoto, por ser garoto, jogando com naturalidade, com nível de concentração muito alto. Não posso fechar portas, num setor que ele é importante, com o nível que ele está tendo. Não sei se daqui a nove meses ele terá uma confirmação. Ele tem uma expectativa futura. Sempre comparo com o Gabriel Jesus - disse Tite.

Segundo o analista de desempenho da Seleção, Fernando Lázaro, foram sete jogos de Arthur assistidos in loco pela comissão técnica.

- Já fez 37 jogos, na campanha em alto nível que o Grêmio vem fazendo - citou Lázaro.

Tite ainda citou a conversa que teve com o técnico Renato Gaúcho sobre Arthur.

- A conversa com o Renato Gaúcho em relação às qualidades já foi anterior, pela convocação do Luan, e também teve um peso - emendou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos