Claudinei comemora empate com o Atlético-MG, mas critica postura de Micale

Após empatar em 1 a 1 com o Atlético-MG, o Avaí subiu mais uma posição na tabela, ocupando agora o 13º lugar, e segue sem derrotas no returno do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, o técnico Claudinei Oliveira deixou o campo com sentimento de dever cumprido ao chegar ao sexto jogo sem derrota, mas também se mostrou um tanto insatisfeito com as declarações de Rogério Micale, treinador do Galo.

Durante uma entrevista, o comandante do Atlético-MG afirmou que sua equipe teve maior domínio no jogo e frisou que o empate era o mínimo merecido. Descontente com a resposta, Claudinei rebateu e aproveitou para fazer críticas às declarações de alguns treinadores brasileiros.

- Estamos em processo que os treinadores estão se unindo, pregando a união da categoria, ai você vê... em Recife, o Luxemburgo: "Pô, jogaram por uma bola". Ai vem o Micale hoje de novo: "Ah, era para ter ganhado o jogo fácil, tivemos o domínio da bola". Mas não teve o controle do jogo. Acho a nossa categoria tem que cobrar respeito, né. Cada um tem sua forma de atuar. Falar que o mínimo era empate.... Douglas fez duas defesas o jogo todo só. Avaí marcou, teve a transição. Agora todo time que a gente ganha tem que ouvir o treinador dizer que.... Parece que perdeu para o vento. Perdeu, empatou para o Avaí, que está buscando seu espaço. Isso tem que ser frisado. Nunca desvalorizei a equipe adversária, isso tem que ser feito. Só para fazer esse registro - protestou Claudinei.

De acordo com o técnico azurra, o Avaí apresentou um bom desempenho em campo e o empate tem que ser visto com bons olhos, já que a equipe mineira conta com diversos jogadores que são frequentemente convocados para suas respectivas seleções. Além disso, Claudinei reclamou do gol do empate.

- Sempre que o adversário empata o jogo e você vinha vencendo, o sentimento ruim. Mas a equipe fez um grande jogo, levamos gol em um dos poucos momentos que estava desorganizado, um contra-ataque de bola parada, um gol evitável. Foi uma serie de fatores para sofrer o gol, a cobrança na foi perfeita, o Victor segurou a bola, a gente poderia ter atrapalhado a reposição, poderíamos ter matado a jogada e não matamos. Sofremos gol pela qualidade do Atlético. Temos que valorizar que estamos lamentando um empate com o Galo. Um time cheio de jogadores de seleção. Lamentando isso é sinal que estamos crescendo na competição - declarou.

Satisfeito com a temporada do returno, Claudinei não poupou elogios ao grupo catarinense, que marcou o único gol da partida de forma conjunta, visando um bom resultado.

- No gol, tínhamos um alteral e um volante dentro da área. Sinal que estamos tentando, a transição funciona. Foi um belo gol, um gol coletivo, apesar do Lenadro ter escorregado. Judson trabalha bastante essa virada, ele pede nos treinos. Quando vê isso acontecer no jogo é bom, é uma jogada que surpreende o adversário. Estou muito feliz com o grupo, vamos errar. Mas não teve falta de empenho - destacou o treinador.

O Avaí volta aos gramados ás 19h do próximo sábado para enfrentar o Flamengo, no Rio de Janeiro. A partida é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos